UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

domingo, 25 de setembro de 2022

4º Congresso Nacional do MLB será de 22 a 24 de agosto em São Bernardo do Campo

575354_558552114231850_525669467_nMorar dignamente é um direito humano. Esse será o tema central do 4º Congresso Nacional do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB), que acontece em São Bernardo do Campo (SP), entre os dias 22 e 24 de agosto. Esse será um momento de celebração dos 15 anos de luta do movimento e de reafirmação da política de que a reforma urbana será resultado da pressão e da mobilização do povo pobre, especialmente das famílias sem-teto.

Estão sendo esperadas mais de 400 pessoas dos estados do Pará, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Paraíba, Alagoas, Bahia, Amazonas, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul, além de São Paulo. Paralelo ao evento, acontecerá o 1º Encontro dos Sem-Tetinhos, que reunirá as muitas crianças do MLB que moram nas ocupações e crescem acompanhado seus pais na luta pela moradia.

Para qualificar a preparação política dos participantes do congresso, a coordenação nacional do MLB lançou o documento As propostas do MLB para a Reforma Urbana, onde expostas as principais características e objetivos da reforma urbana defendida pelo movimento para transformar as cidades brasileiras: uma reforma urbana que enfrente e resolva os graves problemas urbanos, ponha fim à ação nociva da especulação imobiliária, promova o direito à cidade e caminhe lado a lado com a luta da classe trabalhadora pelo socialismo.

Essa, aliás, é uma questão fundamental. A luta pela reforma urbana não pode estar separada da luta pelo poder popular e pelo socialismo. Por isso, o 4º Congresso do MLB também reafirmará o compromisso do movimento de construir, ao lado de outras organizações combativas dos trabalhadores, uma nova sociedade.

Na programação também serão debatidos questões relativas ao programa Minha Casa, Minha Vida, à criminalização dos movimentos populares, aos megaeventos, à organização popular nos bairros pobres, à luta pela saúde e educação e ao movimento de mulheres. Destaque especial terá a discussão sobre as experiências do MLB na organização das ocupações e a realização de uma grande jornada nacional de luta pelo direito à moradia digna ainda este ano.

“A participação do máximo de companheiros e companheiras do MLB no congresso é muito importante para fortalecer a luta do movimento e barrar as tentativas de privatizar as cidades, pois não podemos permitir que os direitos à moradia, ao transporte público, barato e de qualidade, à educação, à saúde, à cultura, ao saneamento básico, a um meio ambiente preservado, ao esporte e lazer da população sejam comprometidos em nome da cidade-negócio dos capitalistas, elitista e antidemocrática. A cidade é do povo!”, afirma Wellington Bernardo, coordenador nacional do MLB.

Da Redação

 

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes