UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Trabalhadores da indústria têxtil de Ipojuca (PE) iniciam campanha salarial

Leia também

Textil 04No dia 15 de agosto, os trabalhadores da Indústria Têxtil de Ipojuca-PE realizaram uma assembléia na frente da CITEPE (Companhia Integrada Têxtil de Pernambuco), empresa que faz parte do complexo industrial Químico/Têxtil – Petroquímica Suape (complexo portuário de Suape – PE), para dar início à campanha salarial 2014/2015. Com a participação de dezenas de trabalhadores nas entradas e saídas dos turnos, a assembléia aprovou a pauta de reivindicação da categoria para a Convenção Coletiva do Trabalho – CCT (campanha salarial) e também a pauta do Acordo Coletivo do Trabalho (ACT), que será entregue ao sindicato patronal e à empresa.

Segundo o SINDTÊXTIL-Ipojuca (Sindicato dos Trabalhadores de Indústrias Têxteis de Ipojuca e Região), a campanha salarial acontece em um momento em que a CITEPE vem ampliando sua conquista no mercado. “Hoje o projeto nem chegou a 70% de toda obra e os investimentos duplicaram, e nada dessa estrondosa quantia ser revertida para melhoria da qualidade de vida e dos salários dos trabalhadores dessa companhia” afirmou o presidente do sindicato, Rodrigo Rafael. O destaque vai para os investimentos no complexo portuário, que já passam de R$ 8 bilhões, quando a previsão inicial era de R$ 4 bilhões.

“Nesta Campanha Salarial a empresa não poderá argumentar que está em crise e que não tem como atender nossas reivindicações. O setor têxtil recebeu incentivo do governo federal sobre os tributos na folha de pagamento; o setor está isento da cobrança de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para importação de maquinário pelos portos e aeroportos; sem falar que hoje a empresa é subsidiária da Petrobrás. Por tudo, os trabalhadores têm de receber sua parte”, afirma a tesoureira do sindicato, Alais Santos.

Neste ano, o sindicato reivindica uma equiparação salarial com os trabalhadores do mesmo ramo, com um piso salarial de R$ 862,13 e salário de operador I de R$ 1.200,00 reais. Também está em pauta a redução da jornada de trabalho, equiparação no ticket alimentação praticado pelas empresas do complexo de Suape (R$ 350,00), além de ampliação e renovação das cláusulas sociais, entre outras reivindicações.

“A Campanha Salarial é o momento em que os trabalhadores e sindicato, em conjunto, discutem e estabelecem as principais reivindicações da classe”, afirma o presidente. “Esse ano, o sentimento dos trabalhadores é equiparável ao sentimento da histórica greve de 2011, que garantiram várias conquistas econômicas e sociais para a categoria. É com esse espírito de luta e união da categoria que garantiremos uma campanha salarial vitoriosa! Somente com a participação e mobilização de todos é que poderemos barrar a intransigência dos patrões”, afirmou Rodrigo Rafael.

Departamento de Imprensa do  SINDTÊXTIL-Ipojuca

More articles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos