UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quarta-feira, 6 de julho de 2022

Movimentos promovem jornada nacional de luta pela moradia

11136636_960012730725118_7040079739705630853_n

No dia de hoje (15/04), as principais entidades populares de luta pela reforma urbana, Movimento Nacional de Luta por Moradia (MNLM), Central dos Movimentos Populares (CMP), Confederação Nacional das Associações de Moradores (CONAM), Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) e União Nacional por Moradia Popular (UNMP), foram às ruas exigir que os direitos constitucionais à moradia e à função social da propriedade sejam cumpridos.

As manifestações aconteceram em 20 capitais e mobilizou milhares de famílias sem-teto. Além da pauta principal, a jornada dos movimentos também defendeu o lançamento imediato da terceira etapa do Programa Minha Casa, Minha Vida, a liberação dos recursos para a construção de 300 mil moradias na modalidade MCMV Entidades, nenhum corte nos recursos do PAC e contra o PL 4330, da terceirização.

Para Wellington Bernardo, da coordenação do MLB, a jornada serviu para unificar os movimentos de moradia em torno de uma pauta em comum. “O Brasil precisa de uma profunda reforma urbana. O direito do povo à moradia e à cidade não pode continuar refém dos interesses da especulação imobiliária”, disse.

Na maioria das cidades aconteceram ocupações nas gerências regionais da Caixa Econômica Federal e da Superintendência de Patrimônio da União (SPU) para cobrar mais agilidade na liberação de terrenos e recursos para a construção de moradias populares. “É preciso que o governo desaproprie as grandes propriedades, especialmente as vazias e ociosas, e democratize o acesso à terra urbanizada para as famílias que precisam de um lugar para morar”, defendeu Serginaldo Santos, da CMP/PE.

Amanhã (16/04), militantes de diversos estados vão a Brasília para levar ao governo federal as reivindicações dos movimentos.  A concentração da manifestação será às 9 horas, na Catedral de Brasília, e seguirá em marcha pela Esplanada dos Ministérios até o Ministério da Fazenda, onde será entregue um documento contra o ajuste fiscal, em defesa do Minha Casa, Minha Vida Entidades e de toda a pauta dos movimentos populares.

Da Redação

Veja mais imagens da Jornada Nacional de Luta pelo Direito à Moradia e pela Função Social da Propriedade 

AhmdPrgm_XRMEikyn2-91f0Nb1sm8w439A55rp5y3PbB
Ocupação na SPU, no Rio de Janeiro
AqfQEKdtbtg26g44L5pba_oRmhWlI24A8C2hjlD_-LTx
Protesto em Fortaleza (CE)

 

AiwgIP_CHekNxon1z-RT0CmJyLJjX_fk-Jtvu1IKlS37
Concentração do ato Contra a Direita por Mais Direitos, em São Paulo

 

Amp1aM5AcVuD9moOR4JiSjzpOK6EnaGpYprLBx2mMBjU
Manifestante se concentram para passeata em Natal (RN)
11011718_960055297387528_1265945727750181625_n
Movimentos bloqueia viaduto, em Porto Alegre (RS)
Au-2RbRfkD0bla3Bq0fA8t6A1LwzLRblp6690_KHgb-0
Passeata em Belém (PA)

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes