UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quinta-feira, 30 de junho de 2022

José Nivaldo Júnior toma posse na Academia Pernambucana de Letras

IMG_3280Tomou posse como mais novo imortal da Academia Pernambucana de Letras (APL), no último dia 23 de julho, o publicitário e escritor José Nivaldo Júnior. Nivaldo foi empossado pela presidenta da APL, Fátima Quintas, que lembrou de José Nivaldo, pai do homenageado, que também ocupou uma das cadeiras da Academia.

Nascido em Recife e tendo passado sua infância em Surubim, no agreste pernambucano, filho de pais médicos e escritores, Zé Nivaldo teve em seu pai sua principal inspiração na literatura. Formado em direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), participou do movimento estudantil, dirigindo o Jornal Reflexo e sendo responsável pela imprensa clandestina da União dos Estudantes de Pernambuco (UEP). Amigo de Manoel Lisboa, participou do assalto a base aérea do Recife durante o período da ditadura militar, foi sequestrado e torturado pelo DOI-Codi, tendo sua prisão oficializada posteriormente. Os esforços para localizar onde seu filho estava sendo torturado enquanto foi mantido sequestrado pelo Exército estão relatados no livro Pesadelo de José Nivaldo (pai).

Autor de Maquiavel, O Poder, O Atestado da Donzela 2 e 1964: O Julgamento de Deus, Zé Nivaldo passa a ocupar a cadeira de número 08 “com muita responsabilidade” como disse.

Redação, Pernambuco

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes