UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sexta-feira, 2 de dezembro de 2022

Cresce o movimento de ocupações de escolas fechadas em São Paulo

11051742_720210704779344_453810115250120164_oAté o momento, seis escolas estaduais que foram fechadas pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) se encontram ocupadas por estudantes, pais professores e membros da comunidade. O movimento de ocupação das escolas estaduais exige que o governador revogue a decisão de fechar a escolas estaduais, medida que prejudica, em especial, a juventude dos bairros de periferia.

As escolas ocupadas agora são a Fernão Dias (Zona Oeste da Capital), Valdomiro Silveira (Santo André), Escola Estadual Diadema (Diadema), Salvador Allende (Zona Leste da Capital) e Heloísa de Assunção (Osasco).

A situação é mais tensa neste momento na Escola Estadual Fernão Dias. A justiça emitiu um mandato de reintegração de posse e o batalhão de choque está cercando a escola. O Secretário de Educação Herman Voorwald se negou a ir até a escola para negociar com os estudantes e pais, e apenas aceitou conversar se a comunidade saísse da escola.

A decisão da comunidade escolar de enfrentar com luta a truculência do governo do Estado demonstra a coragem adquirida pela juventude, em especial, desde junho de 2013. É o momento e cercar a o movimento de ocupações de solidariedade e lutar até o fim por respeito a estudantes, pais e professores.

Da Redação, São Paulo.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes