UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sábado, 20 de abril de 2024

UP conquista apoiamento mínimo na Bahia

Na reta final da campanha para legalização da Unidade Popular (UP), os militantes de diversos movimentos sociais conquistam o número mínimo de apoiamentos (assinaturas) em prol do registro do Partido no Estado da Bahia.

O mínimo de assinaturas exigido no estado, de 7.819 validadas pelo TSE, foi alcançado no último dia 30 de julho. A exigência do TSE para legalização do partido é que, no prazo de dois anos, seja alcançado esse número mínimo de assinaturas que corresponde a 0,1% do eleitorado em nove estados, em três regiões do país, mas a Unidade Popular já conta com essa marca alcançada em 13 estados, distribuídos em quatro regiões. Mais de um milhão de pessoas já disseram sim à UP nos bairros pobres, empresas, escolas, universidades, pontos e terminais de ônibus de todo o país.

A UP é um partido que nasce a partir de movimentos sociais (MLB, Movimento de Mulheres Olga Benario, UJR, MLC) para resgatar a luta pelo socialismo no Brasil. Precisamos de um partido revolucionário, que construa o Poder Popular e que acredite na aliança com nosso povo pobre. Chega de acreditar que os trabalhadores só podem chegar ao poder em aliança com os ricos.

O que mais chama atenção nessa campanha é que, diferente da maioria dos partidos que alcançaram registro recentemente, a UP nasce sem financiamento de empresas, sem gabinetes de parlamentares e sem os velhos “caciques” da política.

É com a força da militância, com o esforço coletivo, que estamos legalizando a UP, e este partido será um instrumento da luta do povo pobre e trabalhador na luta pelo socialismo.

Redação Bahia

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes