TwitterFacebook

“Estamos à mercê de um sistema político que sempre vai nos desfavorecer”

Cristiano Batista Maia
Ambulante Marreteiro

PARAÍBA – Eu, Cristiano Batista Maia, 44 anos, brasileiro, casado, licenciado em História pela UFPB, sou vendedor ambulante do comércio informal. Trabalho com 12 produtos diferentes no ramo de utilidades (carregadores e capas de celular, canetas, etc.).

Desenvolvo minhas atividades em policlínicas, bares, restaurantes e lanchonetes da grande João Pessoa. Sou professor, mas, devido às políticas públicas aplicadas na Educação brasileira, as quais desmerecem e desvalorizam o trabalho dos mestres, acabei, por opção, escolhendo a informalidade.

Com o agravamento e a expansão da pandemia do coronavírus no mundo, que vem se alastrando em nosso país, medidas restritivas, de contenção e isolamento por quarentena foram adotadas pelas autoridades governamentais. Para um trabalhador que se encontra, no momento, sem ter como precaver-se economicamente diante de um cenário de terror avassalador, fica uma grande incógnita.

Infelizmente, estamos à mercê de um sistema político que sempre vai nos desfavorecer. Um governo que oferece R$ 200,00 como ajuda para um trabalhador suprir as necessidades primárias de sua família, só pode ser uma piada de muito mal gosto. Pressionado, o Congresso Nacional aprovou R$ 600,00, mas como sustentar três crianças com esse dinheiro? 

É preciso cada vez mais lutarmos por nossos direitos trabalhistas, porque, afinal, pagamos nossos impostos e somos também uma parcela dos que, com bravura, querem um Brasil livre e melhor com dignidade.

Print Friendly, PDF & Email
classic-editor-remember:
classic-editor
pvc_views:
8

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações