UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quinta-feira, 6 de outubro de 2022

Opinião: A importância do Poder Popular

Darian Christiane Gomes,
militante da Unidade Popular pelo Socialismo Paraná


Quadro: Retirantes – Candido Portinari

A Covid- 19 e a economia são dois temas que estão em alta no momento. De um lado a necessidade de isolamento para diminuir o impacto e as mortes trazidas pelo vírus, de outro o medo de milhares de trabalhadores que temem o desemprego e a falta de comida no prato. A fonte do problema? A desumanização de um sistema selvagem que se chama capitalismo.

A fome não é um problema novo, há anos ela atinge milhares de pessoas pelo mundo. Em 2020 ao menos 5 milhões de brasileiros sofrem com uma subalimentação e outros tantos não têm direito a uma moradia digna. Milhões de brasileiros vivem diariamente na pele o que tem assombrado outros tantos nesse momento de pandemia. A fonte do problema? Volto a repetir: a desumanização de um sistema selvagem que se chama capitalismo.

O vírus traz mais uma vez a tona o que muitos se negam a enxergar. Vivemos em um sistema caótico no qual o que é produzido pelo trabalhador fica nas mãos de uma porcentagem baixíssima da população. Você ainda duvida da importância de um poder popular? Você ainda duvida da necessidade de um Estado grande e forte que governe para a sua população e não para banqueiros e grandes empresários? 

Quanto tempo mais vamos deixar que a vida seja posta abaixo do lucro? Quantas vezes mais vamos produzir riqueza para uma escória exploradora que acha que 5.000 ou 7.000 mil mortos são um número baixo frente a perda monetária que suas empresas vão sofrer? Quantos brasileiros precisam morrer de fome, de sede ou doentes sem ao menos ter a oportunidade de receber um tratamento digno de saúde? 

Chegou a hora de reconhecermos o nosso valor, o nosso poder. É hora de deixarmos o trabalho individual de lado. Chega de olhar a meritocracia como algo real. Devemos nos juntar e clamar pelo que nos é de direito. Juntos somos mais fortes. Juntos podemos acabar com o monstro da desigualdade que gera injustiças, violência, fome e principalmente mortes. Você importa, a sua família importa. Os dígitos da sua conta bancária não. Venha fazer parte dessa luta por uma vida digna, te esperamos de braços abertos.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes