TwitterFacebook

EUA poderiam ter salvado mais de 135 mil vidas da Covid-19

Foto: Buda Mendes/Getty Images.

Por Edielson Oliveira

INTERNACIONAL – Durante a pandemia da covid-19, os Estados Unidos da América, o centro do capitalismo e da pandemia no mundo, dão mais uma prova que esse sistema está ultrapassado. Os EUA têm uma população de 328,2 milhões de pessoas, representando cerca de 4% da população mundial, no entanto, o número de óbitos durante a pandemia no país é assustador, segundo relatório da Organização Mundial de Saúde – OMS registraram mais de 135 mil o número de mortes em decorrência do coronavírus e 3,5 milhões de casos pessoas infectadas.

Infelizmente grande parte dessas mortes é resultado da política neoliberal adotada pela maioria dos países no mundo. Cerca de 40% dessas mortes e casos no mundo é responsabilidade do país ianque.  Comparando os dados da pandemia nos EUA, China e Índia (países mais populosos no mundo) com os de Cuba por exemplo, observa-se que a diferença deles é o socialismo. Vejamos os dados:

Cuba x EUA

O exemplo de Cuba é importante, pois se trata de um país socialista, que há décadas é brutalmente atacado pelo império capitalista mundial, encabeçado pelo Estados Unidos, impondo bloqueios econômicos e uma propaganda global, Cuba tem um PIB de 100 Bilhões de dólares e uma população com cerca de 11,3 milhões de habitantes, segundo dados da OMS a ilha é um dos países com menores índices, teve cerca de 2 mil casos e apenas 84 mortes causados pela pandemia, um dado praticamente insignificante, representa 0,0008% da população do país. Se os Estados Unidos tivesse um modelo de saúde socialista cubano e seguíssemos os mesmos cálculos, o número de mortes seria cerca de 2 mil pessoas,  poupando assim a vida de cerca de 114 mil vidas norte-americanas, os EUA, devido a sua política de invasão e roubo de riquezas, como no Iraque, Síria e Palestina, têm um PIB 200 vezes maior, porém tem  50 vezes mais mortes per capita que Cuba, se os países do mundo tivessem o modelo de saúde cubana teríamos cerca de 60 mil óbito no mundo, salvaríamos mais de 360 mil vidas, esses números caem ainda muito mais se compararmos com Vietnã e Venezuela por exemplo.

Em Havana médicas checam casos de sintomas de covid nas casas dos cubanos. 

China x EUA

A República Popular da China tem uma população com cerca de 1,393 bilhões de pessoas, sendo o país mais populoso do mundo, e fica muito atrás do Estados Unidos em relação aos números de casos e mortes, ainda segundo a OMS o país teve cerca de 83 mil casos e 4 mil mortes pela Covid-19, enquanto o país norte-americano lidera isolado os números, com 2, 1 milhões de casos e 117 mil mortes. Ou seja, a china também é 4 vezes maior em população, porém os EUA têm 25 vezes mais mortes, em relação ao país asiático. 

Índia x EUA

Com uma população 4 vezes menor que a da Índia, os Estados Unidos têm 13 vezes mais mortes, e o PIB (Produto Interno Bruto) 10 vezes maior que o país Hindu. Segundo o Banco Mundial o PIB do EUA é cerca de 20,5 trilhões de dólares, enquanto na Índia, o segundo país mais populoso do mundo com cerca de 1,353 bilhões de habitantes, é de 2,7 trilhões de dólares. É ilógico isso que acontece no capitalismo mundial.

O Capitalismo é um fracasso

Como os dados demonstram, o capitalismo não serve para humanidade, pois no país mais rico no mundo morrem mais pessoas, e isso acontece devido ao sistema econômico e político atual, ou seja, as riquezas ficam acumuladas nas mãos de uma pequena parcela da população. No Brasil a situação é ainda pior, além de vivermos sob o julgo capitalista, temos um governo fascista, que menospreza as famílias e vítimas da covid-19, que atenta contra os direitos dos/as trabalhadores/as. O país é o único a enfrenta uma das maiores crises sanitárias no mundo sem ter um Ministro da Saúde e segue a passos largos, no sentido de se tornar a nação com mais casos e mortes pelo coronavírus.

A maioria da população mundial sofre com esse vírus, não é por falta de recursos materiais, isso tem de sobra, e sim por esses recursos materiais estarem nas mãos de meia dúzia de pessoas que nunca produziram nada. O capitalismo é muito pior que esse vírus, é incontável os números de vítimas desse sistema, causados pela fome, miséria, violência, racismo, machismo e por centenas de guerras imperialistas. Além disso, é incalculável a destruição ao meio ambiente, deixando um futuro desastroso para humanidade.

Podemos afirmar que o sistema capitalista é uma doença muito pior que temos que enfrentar diariamente, e infelizmente ela não morre sozinha em algumas horas, como o coronavírus, essa doença sistêmica precisa ser exterminada por nós, a classe trabalhadora. A cura para essa doença se chama socialismo.

 

Print Friendly, PDF & Email
classic-editor-remember:
classic-editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações