TwitterFacebook

Unidade Popular presente em várias cidades de Pernambuco

CANDIDATURAS – A Unidade Popular Pelo Socialismo estreou nas eleições municipais do Estado com candidaturas compromissadas com a revolução socialista. (Foto: Thales Caramante/Jornal A Verdade)

Redação Pernambuco
Jornal A Verdade

RECIFE (PE) – “Essa será a primeira eleição disputada pela UP, um partido construído nas ruas, praças, bairros, ocupações, fábricas, universidades e trens, e nascido da luta da classe trabalhadora e do povo pobre contra a exploração capitalista, que se manifesta, entre outras formas, pelo racismo existente em nossa sociedade”, afirma Leonardo Péricles, presidente nacional da Unidade Popular.

Segundo levantamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a Unidade Popular é o partido com maior percentual de candidaturas negras que disputarão as eleições municipais neste ano. Ao todo, 70% das candidaturas lançadas pelo partido são de pessoas autodeclaradas negras.

Em Pernambuco, a UP lançará candidaturas em Recife, Jaboatão dos Guararapes, Caruaru, Carpina e Petrolina. Na Capital pernambucana, o partido tem candidato próprio à Prefeitura. É Thiago Santos, advogado e presidente da UP no Estado, tendo como vice Aníbal Valença, médico e dirigente do PCB, numa coligação que pauta a luta nas ruas, uma verdadeira unidade em defesa dos interesses da classe trabalhadora. Para disputar o cargo de vereador, o partido oficializou as companheiras Vivian Alves (psicóloga e militante do MLC) e Maria Ofélia (coordenadora do MLB), além de Raimundo Malheiros e Isaías Bastos (militantes históricos do movimento sindical em Pernambuco), Manuel Aires (do Comitê Memória, Verdade e Justiça), José Alexandre (presidente do Sindlimp-PE) e as candidaturas da juventude Kamila Nascimento (da Fenet) e Victor Hugo (diretor da UEP).

Em Caruaru, a convenção partidária oficializou os nomes do advogado popular e militante sindical Rafael Wanderley e da professora e militante feminista Valéria Pires, como candidatos a prefeito e vice-prefeita. Além da majoritária, a convenção também aprovou os nomes de seis pré-candidatos para disputar vagas na Câmara Municipal. A chapa “Pelo Poder Popular” conta com o apoio político do PCB e de setores do PSOL. São eles: Iany Morais (coordenadora do DCE-UFPE), Rogéria Simone (militante do Mov. Olga Benario), Gorete Gomes (MLB/Mov. Olga), Antônio Lira (diretor do Sindlimp), Ednaldo Lima (diretor do Sintracon) e Costa Júnior (músico).

Jaboatão dos Guararapes também tem candidatura própria da UP, com Serginaldo Santos, como candidato a prefeito, e Sandra Maria, como vice. Esta candidatura expressa a organização da classe trabalhadora e dos setores populares que lutam pelos direitos sociais, em defesa do meio ambiente, contra o racismo, o machismo, a LGBTfobia e a violência contra os povos indígenas. A chapa de vereadores é formada por Rubenita Wassú-Cocal (indígena), Davi Lira, Edielson Oliveira e Nadja Nanda, todos militantes do MLB.

A candidatura dos operários Paulo Fernando, a prefeito, e Eliel Francisco, a vice, representa uma alternativa para o povo de Carpina, na Mata Norte. São trabalhadores com grande histórico na luta sindical, com várias greves e manifestações realizadas em defesa do salário e da vida dos operários do setor de calçados. A UP ainda tem candidaturas à Câmara, com Fábio Bass e Sandra Ramos, também trabalhadores da fábrica de calçados existente na cidade.

Por fim, no Alto Sertão, em Petrolina, a UP comporá a chapa majoritária com o PSOL (Dr. Marcos), sendo o companheiro Bruno de Melo o candidato a vice-prefeito. A UP tem o objetivo de denunciar o coronelismo histórico na cidade, construindo uma campanha baseada no fortalecimento da participação organizada do povo para que a democracia seja feita no dia a dia.

Print Friendly, PDF & Email
classic-editor-remember:
classic-editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações