TwitterFacebook

Mães constroem creche na Ocupação Emmanuel Bezerra

Redação RN

NATAL – No dia 11 de março, foi dado início à construção de uma creche comunitária localizada na Ocupação Emmanuel Bezerra, no Centro de Natal (RN) e coordenada pelo Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB).

Após a conquista da realocação para um galpão alugado pela Prefeitura, os moradores logo colocaram na ordem do dia o debate sobre a necessidade de ter um espaço para que as crianças pudessem passar o dia enquanto os pais estão trabalhando, como vendedores ambulantes ou à procura de emprego. Diante disso, os moradores decidiram separar algumas salas do galpão para essa finalidade e organizaram comissões para garantir os cuidados das crianças.

Essa situação se dá, principalmente, porque não há garantia de um auxílio emergencial de um salário mínimo e uma política habitacional que suprisse o déficit habitacional e garantisse que as famílias ficassem em casa com seus filhos.

A construção de uma creche é uma das principais demandas das famílias da ocupação, onde hoje 14 crianças em idade de creche moram, sem nenhum suporte do Estado para garantir o direito dessas crianças, em particular na pandemia, onde os cuidados devem ser maiores.

Em Natal, crianças de até quatro anos não têm o direito de creche garantido, submetendo as mães a filas enormes e sorteios por uma vaga em um CMEI (Centro Municipal de Educação Infantil). Durante a pandemia, as atividades desses centros foram suspensas, sem a Prefeitura apresentar uma alternativa para as mães que necessitam sair para trabalhar todos os dias e precisam deixar seus filhos aos cuidados das creches.

Talita Briza é mãe e comenta como tem sido. “A creche chegou em boa hora. Nós nos reunimos para construir porque, para nós mães, está muito difícil cuidar dos filhos nessa pandemia, às vezes a gente consegue um ‘bico’, mas não tem como segurar porque não temos com quem deixar a criança. Nós vamos organizar para sempre ter uma mãe ajudando na creche, para ser de forma bem coletiva”.

Também a alimentação escolar é hoje para muitas crianças a principal ou única refeição do dia. Pensando nisso, a creche contará com uma cozinha comunitária para garantia de todas as refeições dos pequenos.

Para realizar esse grande desafio, o MLB, junto com o Movimento de Mulheres Olga Benario, lançou uma campanha de arrecadação de alimentos, móveis e finanças, como também uma chamada pública para que pedagogos, professores e profissionais da área possam colaborar.

Print Friendly, PDF & Email
classic-editor-remember:
classic-editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações