UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sábado, 13 de agosto de 2022

Trabalhadores do DETRAN-RN seguem em greve

Trabalhadores do DETRAN-RN em greve. Foto: Lenilton Lima

Hafael Thor Macêdo Ferreira, Natal

GREVE – Centenas de funcionários do Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran-RN), com suporte do Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Indireta do RN (Sinai), estão em greve há mais de duas semanas e seguirá por tempo indeterminado. O que levou esses trabalhadores à luta foi a falta de comprometimento do Governo de Fátima Bezerra (PT) em ouvir suas demandas.

Há mais de um ano, a categoria cobra a atualização do Plano de Cargos, Carreira e Remunerações (PCCR) que estrutura toda vida profissional da categoria. Após a categoria ter entregue um projeto para a atualização, as diversas reuniões com o estado não foram objetivas por parte do governo e o processo, lento e burocrático, sem o estado apresentar nenhuma alternativa.

O governo também acumulou pagamentos de mais de um ano nos processos de insalubridade e abonos de permanência, direitos previstos na lei. O Detran-RN também está há mais de 10 anos sem realização de concurso, tempo em que os diversos governos apontaram cada vez mais cargos comissionados e ampliaram a terceirização no departamento.

Ainda em 2019 outra greve no Detran-RN obrigou o governo a entrar em acordo e realizar o concurso. Porém, mesmo depois de dois anos, nenhum concurso foi realizado, mostrando que o governo ainda não cumpriu sua promessa depois de tanto tempo.

Mobilização dos trabalhadores força governo do RN a negociar

Mesmo assim, depois dos trabalhadores terem iniciado a greve,  o governo começou a taxar a ação de injustificada, dizendo que greves são como “balas de prata” e que só devem ser usadas em último caso. Porém, os trabalhadores sabem que não foi lhes dada nenhuma alternativa e isso os convence de sua luta.

O Jornal A Verdade entrevistou Alexandre Guedes, coordenador de comunicação do Sinai e um dos líderes da greve, criticar a posição do governo. Segundo ele, se a greve é uma bala de prata, então os trabalhadores possuem uma verdadeira fábrica de balas de prata com eles.

Em todos os dias, ocorreram piquetes na entrada das sedes e o comitê de greve seguiu a campanha salarial. Os grevistas ainda organizaram outro ato na frente da governadoria no último dia 14 e com esse ato, conseguiram uma nova reunião com o Gabinete Civil, com a Secretaria de Administração e com o DETRAN-RN para discutir suas demandas. Hoje, o sindicato pede que o governo seja mais concreto e lhes entregue um cronograma de pagamentos dos direitos previstos e outro das etapas de preparação do concurso.

Funcionalismo sob ataque em todo Brasil

Todo funcionalismo público está sob ataque em todo Brasil. O fascista Jair Bolsonaro e o governo federal atuam diariamente para desmontar todo serviço público. O objetivo é claro: entregar aos grandes empresários as diversas funções do estado, aumentando a terceirização, a privatização e a precarização do servidor público.

Isso se espelha nos estados e municípios, nos descasos com as secretarias e autarquias. Para não espelhar essa política de desmonte, é dever do estado atender às suas demandas, pois o que fazem no fundo, é lutar contra essa política de desmonte do serviço público que tem sua raiz no governo Bolsonaro.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes