UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quinta-feira, 6 de outubro de 2022

Governo Dória recua após ameaçar assistência à fauna silvestre

Foto: Reprodução / Associação Mata Ciliar

Carolina Matos


SÃO PAULO – A Associação Mata Ciliar (AMC), entidade atuante no acolhimento e cuidado de animais silvestres no estado de São Paulo, recebeu no último sábado (22) um ofício do governo estadual indeferindo autorizações de instalação e de uso e manejo da fauna silvestre. Na prática, o indeferimento significaria a paralisação das atividades da associação, que existe há 35 anos e já recebeu cerca de 40 mil animais debilitados

Após a AMC divulgar a orientação do ofício, uma grande mobilização nas redes sociais denunciou a ameaça do governo Dória às atividades da associação, que, apenas em 2021, atendeu 7.106 animais de 83 municípios paulistas, vítimas de atropelamentos, tráfico, queimadas e dos mais diversos ataques e acidentes. A onda de indignação fez o governo recuar e declarar que uma nova autorização provisória para assistir os animais será cedida, alegando que o parecer no ofício recebido pela AMC foi lançado no sistema por um “erro administrativo”.


Interesse econômico ameaça área voltada para reabilitação de animais silvestres  

Há 27 anos, a Mata Ciliar atua em uma área de 30 mil m²,  em Jundiaí, interior de SP, que funciona como Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), e busca regularizar as atuais funcionalidades do território junto ao poder público.      

Em 2019, o governo do Estado tentou leiloar a área do CRAS, mas a proposta declinou temporariamente devido à forte reação de ativistas e simpatizantes da causa animal.

Mais recentemente, em 2021,  o consórcio de administração de aeroportos privados VOA SP entrou com uma ação de despejo contra a Mata Ciliar, exigindo a retirada de mais de 130 animais da área em 48 horas. A ação não foi para frente, mas ainda aguarda julgamento.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes