UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

terça-feira, 28 de junho de 2022

UP participa de ato em homenagem à Revolução dos Cravos em Portugal

Foto: reprodução

O povo Português nunca mais deixou as ruas no 25 de Abril, dia da Revolução dos Cravos em Portugal. 

Raul Castro

PORTO/PORTUGAL – O povo português, na Revolução dos Cravos, e no que se seguiu dela ocupou as ruas tomando consciência de seu poder enquanto classe trabalhadora. Derrotando o fascismo Salazarista no passado, hoje, exigiram o direito à saúde e à habitação e o fim das guerras coloniais e imperialistas.

Durante esses quase 50 anos que se seguiram a classe trabalhadora portuguesa sofreu muitas derrotas. Entretanto, muitas das conquistas dos períodos mais prósperos da Revolução se mostraram duradouras.

O Serviço Nacional de Saúde, que funciona assim como o SUS, no Brasil, tem sofrido muitos ataques dos empresários do lobby da saúde. Mesmo assim ainda se mantém e consegue garantir uma saúde pública de qualidade para milhões de portugueses. 

O direito à Habitação em Portugal teve várias conquistas, o direito inclusive é garantido na atual  constituição (vinda da Revolução dos Cravos).Mas assim como acontece em todo mundo capitalista, o direito à Habitação ainda não é garantido em Portugal, com centenas de milhares de pessoas ainda sem habitações dignas. 

Ainda é necessário reivindicar e aprofundar muito o que foi a Revolução dos Cravos. Isso só irá acontecer com a luta pelo poder popular. Não existe outra saída, em qualquer lugar do mundo se não a luta coletiva.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes