UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

terça-feira, 28 de junho de 2022

Tarifa de ônibus na grande Aracaju sobe para R$4,50

Rodrigo Cerqueira
Aracaju/SE

Prefeito de Sergive, Edvaldo Nogueira (PDT) aumentou a passagem mesmo com o aumento cada vez maior do custo de vida do povo e a piora constante do transporte público em Aracaju. Os estudantes e movimentos populares, por sua vez, estão organizados para combater mais essa medida antipovo.


Luta Popular – A partir deste domingo (15) o valor das passagens em Aracaju sobe para R$ 4,50. A passagem de ônibus é algo muito importante na vida dos trabalhadores e estudantes de Sergipe, afeta a vida de todos, e o que vemos com essa decisão do então prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) é uma covardia e insensibilidade absurda. Hoje, graças ao sistema capitalista, estamos vivendo em uma grande crise, as pessoas passam fome, milhões estão desempregadas ou subempregadas além de ter que lidar com aluguel e preços caros dos alimentos, sendo assim, precisam de transporte acessível.

Foto: reprodução

Este ato absurdo e desumano deve ser combatido. Trabalhadores e estudantes precisam se organizar e lutar. Inclusive pelo fim da dupla função dos motorista, onde a atenção que deveria ser exclusiva no trânsito se volta também para passar troco, e que por sua vez só beneficia os lucros das grandes empresas e mostra o descaso com os trabalhadores.

Uma luta antiga e justa também é pelo passe livre, em que muitos estudantes no passado deram a vida para que hoje possamos ter alguns dos direitos que temos hoje. O aumento da passagem não está reflete no aumento da qualidade do sistema de transporte, que hoje é um verdadeiro caos.

Venceremos somente com a destruição do capitalismo e a supressão de todas as formas de exploração e opressão. A luta nunca termina, é preciso sempre se levantar e mostrar a esse governo opressor que temos esse direito.

Por isso, nesta segunda (16), vários estudantes e trabalhadores se somaram para uma reunião aberta emergencial da Frente de Luta por Mobilidade Urbana, na Universidade Federal de Sergipe, a fim de discutir formas de lutar contra essa decisão. A reunião também contou com a presença de militantes do Movimento Correnteza, da União da Juventude Rebelião (UJR) e no Movimento de Luta nos Bairros Vilas e Favelas (MLB).

Foto: reprodução

Da reunião foram encaminhadas algumas propostas para o melhoramento do transporte coletivo na Grande Aracaju, sendo elas: aumento das frotas de ônibus, fim das taxas de recarga, funcionamento dos pontos de recarga, aumento dos pontos de recarga da Grande Aracaju, fim da dupla função do rodoviário cobrador-motorista, garantia do pagamento dos trabalhadores do transporte, ampliação da malha cicloviária para além das áreas centrais, fim da bilhetagem eletrônica obrigatória, passe livre para estudantes e meia-passagem para as demais categorias nos domingos, licitação do transporte coletivo da Grande Aracaju, regularização do Conselho Municipal de Transportes de Aracaju e auditoria do Transporte Coletivo da Grande Aracaju.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes