UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sexta-feira, 30 de setembro de 2022

Lançamento da Comissão de Apoio aos Trabalhadores Terceirizados da UFBA

Isabella Tanajura
Salvador-BA

Em maio de 2022 aconteceu na Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia – UFBA o lançamento da Comissão de Apoio aos Trabalhadores Terceirizados da UFBA (CATTUfba) com objetivo de monitorar as condições de trabalho dos terceirizados da universidade. O grupo é composto por docentes, estudantes, movimentos sociais e egressos da UFBA.

Durante o lançamento, os membros fizeram exposições sobre os graves problemas enfrentados por  trabalhadores e trabalhadoras terceirizados desde antes da pandemia de Covid-19 e como as circunstâncias tem piorado com atraso de salários, precarização das condições de trabalho, falta de pagamento do adicional de insalubridade, não cumprimento do direito à férias, demissões em massa e repressão à organização dos trabalhadores pelos seus direitos.

Ao analisar o perfil desses trabalhadores, ficam claras as disparidades de gênero e raça. De acordo com dados da pesquisa “Terceirização no Serviço Público: particularidades e implicações” (2018) o setor de limpeza é composto por uma maioria de mulheres (72,2%), enquanto o setor de segurança existe a predominância de homens (83%). Com relação à etnia dos terceirizados é evidente o racismo estrutural dentro do trabalho precarizado, uma vez que 94,3% dos terceirizados participantes da pesquisa identificaram-se como pretos ou pardos.

A desvalorização do trabalho reprodutivo e a superexploração racial da força de trabalho são características da estrutura capitalista dependente que vivemos no Brasil hoje. Somente uma ruptura com essa realidade a partir da construção do socialismo poderá garantir que trabalhadores como os terceirizados da UFBA não necessitem mais estar em posições tão vulneráveis para manter as suas famílias e sustentar-se.

A CATTUfba é formada pelo Coletivo Madás (Coletivo Feminista da FDUBA), Clínica de Combate à Superexploração do Trabalho – CCST/UFBA, Serviço de Apoio Jurídico (SAJU/UFBa), Coletivo Alicerce, Grupo de Pesquisa de Transformações do Trabalho, Democracia e Proteção Social (TTDPS), Movimento Luta de Classes (MLC), LeMarx (Laboratório de Estudos e Pesquisas Marxistas), Movimento Correnteza e Movimento de Mulheres Olga Benario.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes