UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sexta-feira, 12 de agosto de 2022

Um ano de resistência da Ocupação Carlos Marighella, um ano do povo pobre sendo ignorado por quem está no poder

Beatriz Faria
Salvador-BA

Em Junho de 2021 nasceu uma das 23 ocupações do Movimento de Luta nos Bairros Vilas e
Favelas realizadas durante a pandemia. Há pouco mais de um ano atrás o MLB da Bahia ocupou um prédio abandonado há mais de 12 anos pela Embasa e pelo governo do estado, um prédio localizado no centro histórico de Salvador, mais especificamente no segundo metro quadrado mais caro da cidade. A gestão do DEM, protagonizada pelas figuras de Bruno Reis e ACM Neto, construíram um projeto de “modernização” do Centro, modernização essa que tem como objetivo intensificar a gentrificação, expulsando a população preta e pobre do centro da cidade, e garamtir que o setor da especulação imobiliária lucre cada vez mais, o nome desse projeto é Salvador 360 e o Prédio da Ocupação Carlos Marighella se encontra bem no centro deste. Eles querem transformar o prédio em mais um hotel de luxo, querem garantir que a população que nasceu e foi criada no centro vá para as periferias, querem que essas pessoas sejam alienadas do centro histórico, indo para lá apenas para trabalhar, mas nunca para se divertir.

Foto: Isabella Tanajura / Jornal A Verdade

Com a prorrogação da ADPF 828, mantendo a decisão de despejos suspensa até o dia 31 de Outubro, aliado com o julgamento do processo que está em trânsito na justiça sendo marcado para o dia 05/07, um mês após o aniversário da Ocupação, o MLB decidiu, junto as 290 famílias cadastradas, organizar um ato em defesa da moradia e pela Reforma Urbana. O ato ocorreu no final do dia e foi da Ocupação em direção ao lançamento das pré-candidaturas da UP na Bahia, que ocorreu no mesmo dia na Casa de Referência da Mulher Preta Zeferina. Importantes lideranças acompanharam o ato e expressaram a necessidade de lutar e resistir. Entre essas pessoas estavam: Eslane Paixão, pré-candidata a Deputada Federal, Jalicia Muricy, Pré- candidata a Deputada Estadual, ambas pela Unidade Popular. Hilton Coelho (Deputado Estadual pelo PSOL), Giovanni Damico (Pré-candidato ao Governo pelo PCB), o mandato da vereadora Maria Marighella (PT), entre outros movimentos por moradia que atuam no centro.

Foto: Isabella Tanajura / Jornal A Verdade

Uma liderança muito importante que esteve presente no ato foi o Pré-candidato à Presidência da República pela Unidade Popular, Leonardo Péricles. Em uma de suas falas ele demonstrou a importância de acreditar na luta e continuar resistindo para alcançar uma nova sociedade fundada do poder popular: “Aqui nós estamos vendo um movimento popular, o MLB, o povo pobre das periferias fazendo a reforma urbana, na marra e na luta, ocupando todos os espaços! […] Não é só sair construindo moradia por ai é, primeiro, enfrentar a especulação imobiliária e aproveitar o que tá pronto!”.

Foto: Isabella Tanajura / Jornal A Verdade

 

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes