UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

domingo, 7 de agosto de 2022

No RS, Convenção Eleitoral da Unidade Popular (UP) oficializa candidaturas de Deputados Federais

Unidade Popular confirma candidaturas de Priscila Voigt e Carlos Vieira para Deputados Federais do Rio Grande do Sul.

Andressa Flores | Redação RS


BRASIL – Convenção Estadual da Unidade Popular, último partido fundado no Brasil, que reuniu cerca de 65 filiados. O objetivo da convenção foi oficializar as pré-candidaturas de deputados federais Priscila Voigt e Carlos Vieira, além de confirmar o apoio a Pedro Ruas ao governo do estado e Roberto Robaina ao Senado. 

Concorrendo pela primeira vez nas eleições gerais, além das candidaturas no RS, a UP aprovou, em convenção nacional, neste domingo (24), as candidaturas de Leonardo Péricles e de Samara Martins para presidência e vice-presidência, respectivamente.

As principais pautas defendidas por Priscila são a luta das mulheres, moradia digna e a defesa do socialismo. Afirmando seu compromisso com uma chapa antirracista, Carlos Vieira representa a periferia na luta contra o fascismo. 

Durante a Convenção, Samara Martins, candidata a vice-presidência pela UP, afirmou “Em um país composto por maioria de mulheres e negros, é uma honra fazer parte dessa chapa antirracista e antifascista”. “70% das nossas candidaturas são de mulheres e 60% são de negros e negras. A UP é dirigida pelas mulheres, a UP é dirigida pelo povo preto”. 

Em sua fala, Carlos Vieira enfatizou: “A candidatura leva meu nome, mas ela não é minha, é nossa. E isso que faz de nós um partido diferente, nós disputamos para incentivar o povo brasileiro a se organizar e conquistar o que eles não têm”. “Estejamos onde o nosso povo tá, para que o nosso povo encontre a ferramenta de organização e liberação social para mudar esse país”.

Em relação à luta pelas mulheres, Priscila reforçou seu objetivo de ocupar os espaços institucionais para a construção de políticas públicas  “Existe um vácuo na [atual] política de proteção às mulheres.  A Mirabal é um exemplo de política pública construída pelas mulheres que deve ser levado para todo o estado”. “É necessário apresentar políticas de enfrentamento à violência”. 

Priscila finalizou afirmando: “A Unidade Popular é uma necessidade da classe trabalhadora. Existe sim um caminho para acabar com a fome, e esse caminho é o poder popular, esse caminho é o socialismo”.

Conheça os candidatos da Unidade Popular no Rio Grande do Sul

Priscila Voigt é candidata a deputada federal
Priscila Voigt é candidata a deputada federal

Priscila tem 31 anos, é Nutricionista, presidenta da Unidade Popular pelo Socialismo no RS, militante do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas, foi moradora e coordenadora da Ocupação Lanceiros Negros e esteve à frente da organização e construção da Casa de Referência Mulheres Mirabal, espaço de acolhimento de mulheres em situação de violência em Porto Alegre. Iniciou sua trajetória política no movimento estudantil, participou da construção do fórum gaúcho de residentes na luta pela redução da carga horária e  por melhores condições de estudo e de trabalho.

Carlos Vieira é candidato a deputado federal
Carlos Vieira é candidato a deputado federal

Carlos iniciou a sua luta por direitos ainda adolescente, defendendo a educação, passe-livre estudantil e tornando-se diretor da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas e fundador da Federação Nacional dos Estudantes em Ensino Técnico. Pai de um menino e morador da periferia da capital fortaleceu sua certeza de que é possível ter um mundo melhor para os que trabalham e lutam para sobreviver dia a dia.

 

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes