UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sábado, 20 de abril de 2024

Documentário “Vida de Canavial – A MULHER”

O documentário denuncia a realidade das cortadoras de cana e os principais problemas que elas enfrentam. Por serem fundamentais na manutenção da família, sua jornada de trabalho intensa soma-se, ainda, ao cuidado do lar e às injustiças que elas passam diariamente.

Marcelo Pessoa | Petrolina (PE)


TRABALHADOR UNIDO – O Jornal A Verdade participou do cine debate do documentário “Vida de Canavial – A MULHER”, lançado em 2020 e que atingiu mais de 100 mil visualizações no YOU TUBE, a comemoração aconteceu no dia 19 de julho, na UPE, campus Petrolina-PE, para promover o debate das condições de vida de uma parcela importante da população que habita há séculos na zona canavieira do nordeste brasileiro. O documentário trata sobre a desigualdade social, a manutenção da pobreza, os problemas sociais, os impactos ambientais que são observados na vida da mulher cortadora de cana, sua história e perspectivas. Ele foi produzido pelo Professor Guilherme Araújo, da UPE, e as gravações foram feitas na Zona da Mata Pernambucana.

O documentário denuncia a realidade das cortadoras de cana e os principais problemas que elas enfrentam. Por serem fundamentais na manutenção da família, sua jornada de trabalho intensa soma-se, ainda, ao cuidado do lar e às injustiças que elas passam diariamente. Por isso, a produção proporciona a reflexão sobre essa desgastante realidade e acerca das questões da exploração das mulheres que trabalham na fruticultura no Vale do São Francisco.  Estiveram na mesa do evento o Prof. Guilherme Araújo, Simone Paim e Neide de Jane de Lima Santos.

Mesa do lançamento do documentário “Vida de Canavial – A MULHER”: Neide de Jane de Lima Santos, Simone Paim e o Prof. Dr. Guilherme José. Foto: Guilherme Jose Ferreira de Araújo.

O Prof. Dr. Guilherme compartilhou sobre sua experiência de vida e sobre a elaboração do documentário. Ele conta que o documentário tem como objetivo dar visibilidade para uma realidade que é, muitas vezes, escondida e que, pela sua vivência na Zona da Mata Pernambucana, ele viu de perto o papel primordial das trabalhadoras da zona canavieira que enfrentam constantes injustiças e desvalorização.

Em seguida, Simone Paim, dirigente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados Rurais de Petrolina (STTAR), comentou sobre a forma que legislação protege a categoria diante da sua realidade e a atuação do sindicato como instrumento de defesa da classe. Ela também comenta a respeito das dificuldades de chegar em todos os lugares onde se encontra a categoria, mas que o sindicato pode ajudar diante da precariedade, pressões e assédios moral e sexual que as trabalhadoras vivem.

Logo após, Neide de Jane de Lima Santos, trabalhadora rural da fruticultura irrigada, diz que trabalhou em diversas fazendas no Vale do São Francisco, especialmente em Petrolina. Ela relatou sobre seu dia a dia, as humilhações que ela sofreu, os problemas decorridos do baixo salário, a dificuldade de garantir boa educação para o filho e ainda cuidar da casa. Além disso, ela contou que sua mãe também trabalhou na fruticultura e sofreu bastante. Dentre os problemas que ela viveu, estão os assédios moral e sexual, o sol escaldante durante turnos intermináveis e o uso de agrotóxico sem o adequado equipamento de segurança. Tais problemas perduram desde quando era criança e via as situações que sua mãe enfrentava.

Infelizmente, fica evidente que a exploração dos trabalhadores e trabalhadoras do campo atravessa gerações. Por isso, ao dar voz e visibilidade para essa problemática, o documentário cumpre um papel ímpar de informar e mobilizar. Resultado disso foi o rico debate realizado após a exibição, onde todas as pessoas puderam, além de assistir ao documentário, ouvir os relatos e contribuir para aprofundar a conscientização sobre a necessidade da mobilização contra esses abusos.

O documentário pode ser assistido na integra no endereço abaixo:  https://www.youtube.com/watch?v=mgoGVO19jTQ&t=2s

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes