UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

domingo, 14 de julho de 2024

Greve dos Rodoviários em Recife

O presidente do Sindicato dos Rodoviários do Recife e Região Metropolitana, Aldo Lima, foi preso ilegalmente em uma ação da Polícia Militar.

Jesse Lisboa – UJR PE


TRABALHADOR UNIDO – A cidade do Recife esta sendo palco de tensão nos últimos dias devido a uma greve dos rodoviários que paralisou o sistema de transporte público. Em meio às paralisações, o presidente do Sindicato dos Rodoviários do Recife e Região Metropolitana, Aldo Lima, foi preso ilegalmente em uma ação da Polícia Militar, gerando tensionamentos e acendendo debates sobre o direito de greve, a liberdade sindical e o papel das autoridades na resolução de conflitos trabalhistas. Após a grande repercussão e solidariedade da sociedade, foi liberado.

O pronunciamento do sindicato dos rodoviários, divulgado nas redes sociais, ressalta a importância da luta da categoria em meio à greve em andamento. De acordo com o sindicato, os empresários de ônibus da Urbana-PE, bem como a Governadora Raquel Lyra( PSDB), estão criminalizando o movimento grevista. O sindicato defende que a greve é motivada pelo direito dos trabalhadores por melhorias em suas condições, incluindo o direito a um plano de saúde, um reajuste salarial acima da inflação, assim como a revisão dos valores do ticket refeição e da gratificação por dupla função.

A governadora do estado de Pernambuco, Raquel Lyra, se pronunciou nesta sexta-feira (28), declarando que seu governo “respeita o direito à greve e a luta dos trabalhadores”. Foi a sua primeira manifestação em público desde o início da paralisação, na quarta-feira (26). Essa declaração foi feita após bastante pressão popular para que a governadora emita um posicionamento sobre o caos que vive a cidade do Recife nesse momento.

Pronunciamento da governadora sobre a greve dos rodoviários, após prisão do presidente da categoria em ato publico. Foto: Reprodução

A governadora já recorreu à Justiça para declarar a ilegalidade da greve anteriormente, o que sugere uma postura criminosa aos movimentos grevistas, pois é um direito assegurado pela Constituição, que os trabalhadores podem declarar greve, sendo uma forma legítima de luta por melhores condições de trabalho.

É importante lembrar também que, no ano passado, em período de campanha eleitoral, a governadora disse que iria “cuidar pessoalmente do transporte do Recife” e que iria “fazer com que o transporte metropolitano no Recife faça as pessoas ter o direito de ir e vir”. Após ser eleita, Raquel Lyra( que tem sua família ligada os sistema de transporte), adota uma postura de repressão contra a classe trabalhadora e, no momento atual, contra os trabalhadores da categoria dos rodoviários.

Diante dos desafios enfrentados pelos rodoviários em sua luta por melhores condições de trabalho e por um transporte público de qualidade, é essencial que a população compreenda a importância de apoiar essa causa. A união da classe trabalhadora é fundamental para alcançar o objetivo central dessa greve: um sistema de transporte eficiente, gerido por profissionais valorizados por seu trabalho.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes