UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sexta-feira, 21 de junho de 2024

Manifestações em solidariedade à Palestina acontecem em todo o país

Nessa terça-feira (10), aconteceram importantes manifestações em todo o Brasil em solidariedade ao povo Palestino e denunciando o regime de apartheid imposto por Israel.

Igor Marques | Redação RJ


BRASIL – Nessa terça-feira (10), aconteceram manifestações fundamentais em solidariedade à luta de autodeterminação do povo Palestino em diversas capitais do país. Aconteceram atos em Recife, São Paulo, Natal, Rio de Janeiro e no Distrito Federal. Além disso, na quarta-feira será realizada manifestação em Salvador. 

Sendo convocados por organizações e comitês de solidariedade à luta do povo Palestino e por movimentos sociais, as manifestações contaram com milhares de pessoas nas ruas em todo o Brasil.

No ato, foi denunciado o regime de apartheid imposto por Israel ao povo Palestino e o histórico da brutal ação do Sionismo na região, reiterando também o direito à autodefesa do povo Palestino.

“Precisamos se posicionar de forma clara e direta em defesa de um Estado livre para o povo Palestino e em defesa da liberdade dos povos oprimidos do mundo”, afirmou Miguel Hauer, presidente da Unidade Popular no Rio de Janeiro, durante a manifestação.

A Importância da mídia popular

O Jornal A Verdade esteve presente na cobertura do ato no Rio de Janeiro. A imprensa popular possui Importância fundamental para denunciar os crimes cometidos contra o povo Palestino pelo Estado de Israel com apoio do Imperialismo.

Como repercutimos em As mentiras divulgadas pelo Estado de Israel no Brasil, a cobertura dos grandes veículos de mídia é caracterizada por uma grande propaganda ao Estado Israel e não permite qualquer espaço para as organizações palestinas no Brasil se pronunciarem em seus canais. Apenas uma imprensa dos trabalhadores é capaz de denunciar os crimes da máquina de guerra e de propaganda israelense.

Em São Paulo, o ato em solidariedade à Palestina ocorreu em frente à Casa Al Janiah, local de resistência palestina na cidade. Hasan Zarif, palestino e proprietário do local, afirmou para o Jornal A Verdade que “É uma luta de libertação nacional, uma resistência a uma ocupação que acontece há mais de 80 anos na Palestina. E é uma ocupação feita por um Estado fascista, com que rege leis fascistas e práticas fascistas. (…) Gaza é o maior campo de concentração do mundo hoje. O que aconteceu foi um grito, um grito de alerta para o mundo, dizendo que a gente está sufocado, que as pessoas estão morrendo há 80 anos e o opressor precisa sentir o que a gente também sente o dia inteiro, todos os dias, de forma permanente, para que talvez possa entrar na mesa de negociação”.

As organizações e comitês de apoio à Palestina e a própria comunidade palestina no Brasil devem ter maior espaço para mostrar sua realidade, e é tarefa dos internacionalistas e da mídia popular atuar em favor da luta de libertação palestina.

Solidariedade internacional

O Jornal A Verdade conversou ainda com pessoas que participavam da manifestação, perguntando sobre a importância da solidariedade internacional à luta pela autodeterminação palestina.

Solene, estudante de História na UFRJ, disse que: “Nós brasileiros devemos ter solidariedade com a Palestina porque assim como eles fomos um povo colonizado, e ainda hoje sofremos com as consequências da colonização. Nesse momento, a Palestina tem a maior prisão a céu aberto do mundo, que é Gaza, e a qualquer momento o governo de Israel pode cortar luz e etc. do povo. O povo vive em uma prisão na sua própria terra”.

Além disso, Irem Leyla, descendente de turcos vivendo no Brasil, ressaltou que: “A solidariedade é importante porque há 75 anos existe [uma política de] colonialismo acontecendo na Palestina, com uma política de apartheid. É um povo marginalizado, nós muçulmanos somos marginalizados no mundo”.

A luta contra o Estado terrorista de Israel é uma luta essencial de todos os povos oprimidos do mundo e o povo Palestino possui o direito à sua autodefesa e autodeterminação.

Outros Artigos

  1. REPUDIE O GENOCÍDIO DO POVO PALESTINO !!! Israel é um grupo patrocinado pelo imperialismo ocidental do norte, primeiro pela Inglaterra e agora pelos Estados Unidos, que tenta se firmar mediante propaganda ideológica e a força como uma nação. É um instrumento político de dominação ocidental no oriente médio, cujo principal trunfo é o teocentrismo ultranacionalista!! ISRAEL @b.netanyahu @netanyahuar @stateofisrael @israelinbrazil @institutobrasilisrael não é vítima!!! EXTREMISTA E TERRORISTA É ISRAEL, ISRAEL É O INVASOR GENOCIDA, que toma O TERRITÓRIO QUE PERTENCE À PALESTINA E EXTERMINA O POVO PALESTINO QUE É O VERDADEIRO DONO DA TERRA HÁ MAIS DE 70 ANOS, DIARIAMENTE. Israel é a cadelinha dos Estados Unidos @whitehouse @embaixadaeua @consuladoeua.rio @joebiden, solta da coleira para eliminar os que se opõem ao Imperialismo predador no oriente médio. NÃO É GUERRA, é genocídio do povo palestino continuado pelo invasor Israel há quase 80 anos, a serviço do imperialismo. O intuito do invasor genocida ISRAEL não é apenas retaliar os crimes do Hamas, isso é só uma desculpa política, para tomar o que resta da Palestina e matar os que ainda não morreram na matança genocida que Israel faz contra o povo palestino há mais de 70 anos, e isso seus líderes, capangas do imperialismo estadunidense, já deixaram muito claro com a propaganda ideológica de desumanização do povo palestino e a repetição de métodos que aprenderam muito bem da cartilha de Hitler. O nazisionismo precisa ser parado imediatamente.

    #freePalestine #Palestinalivre #israelinvasor #israelgenocida #israelinvasorgenocida
    #israelwarcrimes #palestinianlivesmatter #refugees #stopwar #ceasefirenow #warcrimes #Palestine #Gaza #stopbombinggaza #stopthisgenocide #freepalestine #vidaspalestinasimportam #israelcondenadoporcrimescontraahumanidade #israelpraticacrimesdeguerra #israelroubaterrasdapalestina #80anosdegenocídiodopovopalestino #80anosdemassacredopovopalestino #nazisionismo #orientemedio #gazaunderattack

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes