UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

domingo, 16 de junho de 2024

Moção da UP: Estado de Israel fora da Palestina! Viva a luta do povo palestino!

Confira, na íntegra, a moção em defesa do povo palestino aprovada pelo conjunto das delegações presentes no III Congresso da UP.


ESTADO DE ISRAEL FORA DA PALESTINA!

VIVA A LUTA DO POVO PALESTINO!

MOÇÃO DE SOLIDARIEDADE DA UNIDADE POPULAR

Os delegados, delegadas e delegades reunidos no III Congresso da Unidade Popular, expressam sua irrestrita e incondicional solidariedade à luta do povo palestino. Desde o início de outubro, o Estado terrorista de Israel deu início a um verdadeiro genocídio com vistas a exterminar o povo palestino que vive na Faixa de Gaza e anexar este território. 

Essa política fascista vem sendo praticada por Israel desde sua fundação, em 1948, impondo ao povo palestino um regime racista e colonial. Através de um sistema de Apartheid, os palestinos estão submetidos às piores condições de vida e de trabalho, têm suas casas e suas terras roubadas e são presos e executados arbitrariamente. 

Toda essa violência atingiu um novo grau com a nova campanha militar de bombardeios contra Gaza. Já são mais de 4 mil crianças mortas, num total de mais de 11 mil pessoas assassinadas até agora pelos covardes bombardeios israelenses. Tal massacre conta com a concordância e o apoio financeiro e militar das potências imperialistas da Europa e principalmente dos EUA.

Israel usa argumentos como “direito de defesa” ou o “combate ao terrorismo” para justificar seus crimes. Para isso, eles mobilizam um amplo conglomerado de propaganda que, no Brasil, vai desde os monopólios de mídia, até acadêmicos, pastores fundamentalistas e a extrema-direita fascista.

Não podemos nos enganar. Toda essa propaganda tem como único objetivo desumanizar ao máximo os palestinos para justificar seu genocídio e a expulsão da Palestina. 

Diante disso, não podemos nos calar! Apenas a mobilização e a solidariedade dos povos explorados do mundo pode dar um fim ao regime sionista e fascista de Israel e garantir a construção do Estado palestino. 

No dia 31 de outubro, o governo da Bolívia rompeu relações diplomáticas com Israel e denunciou os crimes de genocídio que o Estado sionista cometeu. Nosso país deve seguir este exemplo. O Brasil tem vários acordos militares, comerciais e até na área de inteligência. É preciso pôr fim a isso,  romper relações diplomáticas com este Estado e boicotar o regime genocida de Israel. 

Por isso, a Unidade Popular chama toda a classe trabalhadora brasileira a se posicionar ao lado do povo palestino. Exigimos também que o governo brasileiro rompa todos os acordos militares, comerciais e relações diplomáticas com Israel e chame todos os países da América Latina a fazerem o mesmo.

Abaixo o terrorismo de Israel na Palestina!

Viva a luta do povo palestino! Palestina livre!

3º Congresso Nacional da Unidade Popular

Rio de Janeiro, 04 de novembro de 2023.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes