UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 15 de julho de 2024

Estudantes de Itu homenageiam Sarah Domingues com nome em chapa de grêmio

O grêmio também tem como pauta central uma jornada de lutas contra o aumento das passagens no estado de São Paulo, além da luta contra a privatização da educação. Em Itu, as escolas estão cada vez mais sucateadas e escanteadas, enquanto a gestão municipal dá incentivos diários às redes de ensino privadas. 

Wildally Souza | Itu


JUVENTUDE – Após participarem das atividades em homenagem à Sarah Domingues realizadas em todo o Brasil, estudantes de Itu, interior de São Paulo, tomam para si o exemplo revolucionário da estudante de Arquitetura e Urbanismo da UFRGS e ex-diretora da União Nacional dos Estudantes (UNE), se mobilizando para disputar a direção do Grêmio da Escola Estadual Professor Antônio Berreta com chapa que leva o nome “SARAH DOMINGUES VIVE”.

Levando como bandeiras as lutas contra o avanço do fascismo na juventude, contra a reforma do Novo Ensino Médio (NEM) e contra o machismo, a LGBTIA+fobia e o racismo nas escolas, o grêmio também tem como pauta central uma jornada de enfrentamento ao aumento das passagens no estado de São Paulo e a privatização da educação. Em Itu, as escolas estão cada vez mais sucateadas e escanteadas, enquanto a gestão municipal dá incentivos diários às redes de ensino privadas.

Para Naiara Rodrigues, presidente da chapa “Sarah Domingues Vive” e militante da União da Juventude Rebelião, não tinha espaço melhor para honrar Sarah Domingues senão na luta dos estudantes. “Essa é a primeira chapa combativa em anos e que vai honrar a instituição do grêmio, honrar toda a história de luta dessa companheira. É uma chama que de fato nos representa. Escolhemos homenagear a Sarah porque ela é um exemplo dessa luta determinada e dedicada à revolução, principalmente na luta estudantil. Estamos fazendo jus à memória dela e divulgando sua história para que cada vez mais jovens se revoltem com o sistema que a matou e conheçam a verdadeira solução para acabar com a violência de estado”.

Naiara explica que foi ela que deu a ideia do nome da chapa e quando apresentou a ideia e a história de Sarah todos concordaram unanimemente. “Pra mim é sempre importante ter nome de mulheres comunistas em qualquer coisa que façamos assim”, explica a jovem que também faz parte do programa Futura Cientistas e desenvolveu um trabalho sobre a história da revolucionária Olga Benario.

Já para Kauê Damasceno, também militante da UJR e vice-presidente da chapa, a luta de Sarah representa a luta de toda juventude brasileira, seu sangue corre nas veias de cada jovem indignado com as injustiças sociais. “A importância que a Sarah tem de dar o nome do nosso grêmio, é o mesmo do exemplo de sua vida para nossa juventude. Mostrar o quão importante ela foi para a militância jovem, para o movimento estudantil, em geral. A Sarah representa esse sangue rebelde que nós jovens temos de quando presenciamos alguma injustiça social e vamos à luta. E a companheira lutou, principalmente pela e com a educação, que é a nossa principal arma. Então não tinha outro nome, que mais nos representasse e nos desse esse exemplo como o da companheira”.

A eleição do Grêmio acontecerá no mês de março e, após a mobilização dos estudantes da chapa “Sarah Domingues Vive”, espera-se grande participação dos demais alunos da escola em todo o processo de campanha e eleição da entidade. Com essa chapa, jovens ituanos que não conheceram Sarah pessoalmente poderão conhecer seu exemplo de luta pela liberdade e emancipação da classe trabalhadora e da juventude brasileira.

SARAH, SUA LUTA CONTINUA!

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes