UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

terça-feira, 18 de junho de 2024

Racistas que atacaram Vini Jr. são condenados na Espanha

Três racistas que atacaram o jogador brasileiro Vini Jr. ano passado são condenados na Espanha. “Sou algoz de racistas. Que os outros racistas tenham medo, vergonha e se escondam nas sombras.”, afirmou o jogador após as condenações que são marco na luta antirracista dentro da Europa.

Gabriel GB | Redação RJ


SOCIEDADE – O Tribunal de Instrução de Valência, no sul da Espanha,  condenou a 8 meses de prisão três racistas que atacaram o jogador brasileiro Vinícius Júnior na partida entre Real Madrid e Valencia, que foi realizada no dia 21 de maio de 2023. É a primeira vez que racistas são punidos por suas ações nos estádios da Espanha.

Vini Jr. é alvo principal de ataques racistas organizados por grupos fascistas de torcedores espanhóis dentro de estádios. Desde o ano passado, o jogador brasileiro vem se destacando no enfrentamento a estes ataques.

Esta condenação, entretanto, não marca um ponto final na luta contra o racismo no futebol, visto que o próprio Vinícius Júnior e diversos outros jogadores de origem latino-americana, asiática, africana e árabe sofrem o racismo escancarado nos estádios europeus dentro e fora de campo

Em seu perfil na rede digital X o jogador declarou: Muitos pediram para que eu ignorasse, outros tantos disseram que minha luta era em vão e que eu deveria apenas ‘jogar futebol’. Mas, como sempre disse, não sou vítima de racismo. Eu sou algoz de racistas. Essa primeira condenação penal da história da Espanha não é por mim. É por todos os pretos. Que os outros racistas tenham medo, vergonha e se escondam nas sombras.”

Uma voz em prol da luta antirracista

Não há dúvidas de que no atual momento político em que diversos países ao redor do mundo sofrem a ofensiva do fascismo, apoiado em sua ideologia racista e xenofóbica que cresce através de grupos supremacistas, fazendo com que essas ideias se estendam para o esporte, é significativo ter o melhor jogador de futebol da atualidade se posicionando a favor daqueles que lutam contra a discriminação

Desta forma, a condenação que ocorre na Espanha representa uma abertura para o avanço da luta antirracista ao redor do mundo. Não é para menos, o futebol é uma paixão para pessoas em todo planeta e é o esporte mais praticado em diversos países, incluindo o Brasil, onde essa paixão movimenta especialmente a juventude negra das favelas e bairros pobres

Por isso é fundamental que o conjunto dos movimentos negros utilizem esse importante momento para avançar a consciência racial do nosso povo. Podemos mostrar à população negra que sentiu na posição de Vini uma voz, que o racismo tem raízes muito mais profundas. A condenação individual de alguns racistas é apenas um passo. Na realidade, para acabar com a ideologia do racismo precisaremos juntar todos os oprimidos para lutar,  juntos, contra a estrutura do sistema capitalista racista.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes