TwitterFacebook

Categoria: Editorial

Editorial do Jornal A Verdade

Fascistas são derrotados nas eleições municipais

“A agitação política mais ampla e a organização de grandes campanhas políticas constituem uma tarefa absolutamente necessária, a tarefa mais imperiosamente necessária à atividade, se esta atividade for verdadeiramente socialista.” – Vladimir Lênin: O Que Fazer?…

Leia mais

Governo do ex-capitão joga no lixo milhões de testes de Covid

“Esse é o retrato de um governo que aumentou para 65 anos a idade para o trabalhador se aposentar, excluiu mais de 15 milhões do auxílio emergencial (e vai extinguir o programa no final de dezembro), quer privatizar o SUS, o Banco do Brasil, os Correios e a Eletrobras e, achando pouco todas essas desgraças, quer a volta da censura e da ditadura militar.”…

Leia mais

Governo militar de Bolsonaro é o responsável pelo caos em Manaus

O Governo Bolsonaro se recusou a investir no Butantan e, somente após pressão da opinião pública, decidiu comprar a vacina CoronaVac, desenvolvida por uma indústria chinesa e produzida pelo Butantã. Resultado: mais de 50 países já iniciaram a vacinação e o Brasil não vacinou sequer uma só pessoa. Trata-se, pois, de um governo assassino.…

Leia mais

O coveiro dos brasileiros e das nossas florestas

Verdade seja dita: no governo de Bolsonaro, 41 milhões de brasileiros querem trabalhar, mas não encontram emprego e a carne é tão cara que foi substituída pelo ovo. Também quatro em cada dez famílias brasileiras vivem com insuficiência alimentar, isto é, passam fome, constata o IBGE. Mesmo sabendo deste sofrimento do nosso povo, o amigo dos banqueiros e seus generais fascistas reduzem o valor do auxílio emergencial para R$300,00, valor que não compra nem uma cesta básica, e numa canetada exclui 5,7 milhões de desempregados do auxílio emergencial. Não bastasse, traidores da pátria que são, obedecem a todas as ordens dos EUA e da oligarquia financeira. Claro está, portanto, que ou Brasil se livra deste mal chamado Bolsonaro ou este mal continuará destruindo o Brasil.…

Leia mais

Governo e patrões deixam mais de 40 milhões sem emprego

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam que 40,9 milhões de pessoas querem trabalhar, mas não conseguem emprego. São homens, mulheres, jovens que precisam se alimentar, vestir, pagar luz, água, mas, mesmo colocando seus músculos, sua energia, sua inteligência e capacidade à venda no mercado, ouve que “não há vagas”. Os patrões, os banqueiros ficaram mais ricos durante a pandemia, mas negam emprego àqueles que só podem viver se tiverem um trabalho e receberem um salário.…

Leia mais

130 mil brasileiros morreram de Covid-19. Mas era possível salvá-los!

A razão para o coronavírus  matar milhares de país, filhos e filhas, mães, avós, crianças e o nosso país ser o segundo país do mundo com mais mortes de Covid-19, é o sucateamento do sistema público de saúde, o SUS. Os responsáveis por isso são sucessivos governos que só governam para a classe rica e desprezam a imensa maioria do povo brasileiro.…

Leia mais

Governo Bolsonaro: ricos ficam mais ricos e pobres ficam mais pobres

A pandemia da Covid-19 já matou 660 mil pessoas no mundo; até o final do ano, o número de mortos deve atingir um milhão, segundo o Instituto para Métricas e Avaliação de Saúde de Washington. A imensa maioria é gente humilde, pobres, imigrantes, desempregados, negros e idosos. No entanto, essa enorme tragédia em nada atinge a classe rica, os burgueses, aqueles que ganham milhões num só dia sem trabalhar. Com efeito, mesmo durante a pandemia, a fortuna dos bilionários cresceu em todos os países capitalistas. Nos Estados Unidos, enquanto 45,7 milhões de trabalhadores ficaram desempregados, a Americans For Tax Fariners (ATF) constatou que fortuna dos bilionários estadunidenses aumentou em 700 bilhões. Mark Zuckerberg, dono do Facebook e do Whatzapp, ficou 62% mais rico durante a pandemia, e agora acumula a fortuna de U$$ 88 bilhões. Jeff Bezos, dono da Amazon, atual homem mais rico do mundo, tinha U$$ 65 bilhões e atualmente US$ 179 bilhões, embora no seu país 160 mil pessoas tenham perdido suas vidas devido à Covid-19. Mais: as oito maiores empresas de alimentos e bebidas do mundo pagaram US$ 18 bilhões de lucros (dividendos) para seus acionistas nos cinco primeiros meses do ano.…

Leia mais

A traição do Partido Comunista da China (PCCh) à classe operária e à Revolução de 1949

Uma das várias mentiras que a burguesia e seus agentes no movimento operário espalham para confundir os trabalhadores é a de que a China é um país comunista e que o partido no poder é também comunista. Deste modo, pretendem responsabilizar os marxistas-leninistas pelos males existentes neste país.

Porém, a China não é nem nunca foi um país de regime comunista. Houve sim em 1º de outubro de 1949, uma revolução dirigida pelo Partido Comunista da China (PCCh), que estabeleceu uma República Popular, cujo objetivo era construir uma sociedade socialista. No entanto, devido à traição do Comitê Central do Partido e do Exército, repressão aos verdadeiros comunistas e várias reformas econômicas realizadas a partir de 1978, o capitalismo foi restaurado.…

Leia mais

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações