UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 8 de agosto de 2022

MOSTRANDO RESULTADOS PARA:

Falta de moradia, pandemia e “fique em casa”

“Mesmo diante de todas as leis se verifica que diante do conflito entre capital e social, entre propriedade e moradia, entre direitos humanos e lucro, entre saúde e economia, os poderes executivo, legislativo e judiciário.”

Greve termina com vitória dos trabalhadores da Comcap

Apesar da forte campanha contra a greve, os trabalhadores saíram vitoriosos com o acordo antes estabelecido, sendo agora cumprido pelo prefeito e expulsando as empresas privadas que não continuarão prestando o serviço.

Trabalhadores da COMCAP seguem em greve em Florianópolis

“‘O que a gente quer não é aumento salarial, é a reposição inflacionária que já estava no nosso acordo coletivo do ano passado. Essa lei federal que ele [Gean] diz não vale para acordos firmados antes da pandemia: ele não tá pagando porque não quer. Ele tá devendo!” – Afirma David Felipe Conceição, de 20 anos, trabalhador da empresa, sobre os objetivos da greve.’”

Unidade Popular sai fortalecida de sua primeira eleição em Florianópolis

A falta de recursos não impediu a UP de colocar seu programa de propostas nas ruas. Feita de madeira reciclada, canos, megafone e caixa de som, a Tribuna Popular foi o palco de denúncias, agitação e propaganda do partido.

“Campanha do tostão contra o milhão”

Construída da necessidade de luta coletiva séria e compromissada que acompanha o povo brasileiro desde o início de sua história a UP nasce no momento de ascensão do fascismo no País intensificado com golpe em 2016 contra a presidenta democraticamente eleita, aprovação do congelamento de gastos públicos em 2017, reforma trabalhista e reforma da previdência, entre outras derrotas do povo e da classe trabalhadora, ataques que se refletem nas políticas dos estados e dos mais de 5.700 municípios do Brasil.

Trabalhadores da limpeza urbana de Florianópolis fazem greve histórica

A greve dos trabalhadores da limpeza urbana de Florianópolis iniciou nesta segunda-feira (15), após longo período de estado de greve, para reivindicar a manutenção de seus direitos, que estavam sendo atacados pelo governo Gean Loureiro em meio a pandemia. Os trabalhadores da limpeza urbana, categoria que presta serviço essencial à sociedade e que não teve suas atividades paralisadas em nenhum momento durante a pandemia, estando exposta aos diversos riscos que essa situação implica, exigiram o retorno do pagamento do terço de férias e do décimo terceiro, direitos do plano de carreira da COMCAP, além do direito dos trabalhadores a receber o auxílio-alimentação conforme acordo coletivo sem restrições.

Prefeito de Florianópolis é preso acusado de organização criminosa

O prefeito Gean Loureiro foi preso na manhã desta terça-feira após uma investigação realizada pela Polícia Federal através da Operação Chabu.  FLORIANÓPOLIS - Acusado pela operação...

Novidades