TwitterFacebookGoogle+

Maceió: Moradores do Tabuleiro dos Martins protestam por saneamento básico

Comunidade descomemorou 37 anos de esgoto a céu aberto

Moradores da parte alta de Maceió, organizados pela Associação Comunitária do Tabuleiro e Adjacências (ACTA), realizaram no último dia 8 de dezembro um protesto para exigir da Prefeitura da capital saneamento e pavimentação de suas ruas.

O ato aconteceu na semana do aniversário de Maceió e “descomemrou” 37 anos de esgoto a céu aberto nos arredores do Conjunto Pedro Barbosa e Loteamentos Santo Antônio, Floresta, Botafogo.

Com palavras-de-ordem, bolo e cantado os parabéns, os moradores denunciaram o descaso de Rui Palmeira (PSDB) com os bairros pobres de Maceió. “O prefeito Rui Palmeira, em sua trajetória de 6 anos de negligência para com a nossa comunidade, deveria até mesmo ser responsabilizado criminalmente, ou o próprio Estado deveria responder por danos morais e materiais causados aos nossos comunitários”, afirma carta da Associação Comunitária.

Para o coordenador geral da ACTA, Melquezedeque Farias, a Prefeitura é negligente com a periferia. “O ato foi mais um passo importante na luta pelo saneamento e pavimentação de nossas ruas ante a negligência da prefeitura de Rui Palmeira do PSDB, que em duas gestões nada fez senão promessas falsas”, afirmou a liderança comunitária.

Lucas Barros, militante da Unidade Popular pelo Socialismo e morador da região, esteve no ato conclamando a organização da comunidade em defesa de seus direitos. “A gente sabe que os bairros pobres vivem um problema sério com a falta de saneamento, de esgoto e até a coleta de lixo. É necessário, mais do que nunca, a organização das comunidades para reivindicar nossos direitos. Porque dia após dia, o governador, o prefeito e os vereadores tem deixado a população num verdadeiro descaso”, disse.

A Unidade Popular saudou a iniciativa da Associação e se colocou à disposição para fortalecer a luta social. “A Associação Comunitária está de parabéns pela organização deste protesto. Isso tem que ser uma faísca diante de um grande incêndio que a gente tem que promover para melhorar nossas condições de vida”, concluiu Lucas Barros.

Esse foi o segundo ato realizado pela Associação de Moradores. Em 2016, após um protesto, o prefeito Rui Palmeira prometeu resolver o problema do esgoto a céu aberto e, até o momento, nenhuma ação foi desenvolvida para sanar essa situação.

Redação Alagoas

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações