TwitterFacebookGoogle+

Prêmio de Direitos Humanos em Alagoas homenageia Mônica Benício, mulher de Marielle Franco

Militantes que enfrentaram a Ditadura Militar também foram premiados. 

Redação Alagoas


Fotos: Jornal A Verdade

 

ALAGOAS – A Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh) realizou mais uma edição do Prêmio Alagoas de Direitos Humanos, no dia 6 de dezembro, em um hotel de Maceió, como parte da celebração dos 71 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Entre os homenageados da noite estavam: Maria Yvone Loureiro, que foi presa política nos anos 70; Manoel Henrique, padre da Igreja Católica que é constantemente atacado pelos setores conservadores por ser defensor dos Direitos Humanos; e Mônica Benício, viúva da vereadora Marielle Franco, assassinada brutalmente no centro de Rio De Janeiro, em 14 de março de 2018. 

 

 

Também foram homenageados, em memória, dois dos nove alagoanos assassinados pela Ditadura Militar: Jayme Miranda e Gastone Beltrão. Os familiares dos militantes mortos estiveram presentes e falaram sobre a luta pelo direito à verdade e à Justiça. Apenas recentemente, em novembro deste ano, os assassinos de Jayme Miranda foram denunciados pelo Ministério Público Federal. 

Antes de começar a solenidade, quando os convidados estavam chegando, os militantes da Unidade Popular realizaram uma brigada do jornal A Verdade, na porta do hotel, e ajudaram a estender a faixa confeccionada pelo Ateliê Ambrosina, um coletivo feminista, com a frase que permanece latejando todos os dias até que tenhamos a resposta definitiva e a punição dos culpados: quem mandou matar Marielle? 

Durante a homenagem, Lenilda Luna, jornalista e militante da Unidade Popular, foi mediadora, junto com a jornalista Géssika Costa, de um bate-papo com os homenageados. Durante a conversa, a militante destacou a resistência e luta de vários heróis alagoanos, entre eles, Manoel Lisboa. 

No final, as militantes Lenilda Luna e Mona Spinassé, do Movimento de Mulheres Olga Benario, apresentaram, para Mônica Benício, o jornal A Verdade, que está completando 20 anos de edições ininterruptas, sustentadas pelos colaboradores e militantes, sempre registrando a luta dos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil pelo socialismo.  

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações