UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sábado, 26 de novembro de 2022

Montadora recebe subsídios para instalar fábrica

Operários ganham pouco na FIAT

A diretoria colegiada da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) aprovou um empréstimo de R$ 5,73 bilhões para a multinacional Fiat se instalar no município de Goiana, Norte de Pernambuco, num terreno de 12 milhões m2 doado pelo governo do Estado.

Serão financiados R$ 1,2 bilhão do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE), R$ 800 milhões do Banco do Nordeste (BNB) e R$ 3,73 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A Fiat também vai ser beneficiada com o regime tributário especial para montadoras no Nordeste. O governo federal vai fazer uma renúncia fiscal estimada em R$ 4,5 bilhões até 2020. A empresa vai disputar um mercado de 4,7 milhões de veículos; ela já tem um mercado de 23,17% de automóveis de passeio no mercado nacional. A área comportará todo o polo automotivo projetado, composto pela fábrica de automóveis, parque de fornecedores de primeiro nível (sistemistas), centro de capacitação e treinamento, centro de pesquisa e desenvolvimento, pista de testes e campo de provas.

Essa transação mostra qual é o caráter do Estado capitalista: bilhões do dinheiro público que pagamos de impostos vão favorecer a um grupo monopolista, que enriquecerá ainda mais com a exploração dos operários.

Por outro lado, em Pernambuco, em nome da organização para a Copa do Mundo de 2014, milhares de trabalhadores informais estão sendo tirados das ruas sem nenhuma alternativa, nem mesmo empréstimo para formalizar seu trabalho e continuarem ganhando seu pão de cada dia.

Não é só isso. Em Pernambuco milhões de pessoas não têm moradia e saneamento básico, a saúde pública está um caos e milhares de pessoas estão desempregadas.

Kleber Santos, militante do PCR-PE

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes