UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sábado, 26 de novembro de 2022

Quando o sonho vira realidade

Num clima de otimismo e fé, mais de 200 barracos de alvenaria já foram construídos na Ocupação Eliana Silva, em Belo Horizonte. “Nossa meta é transformar a ocupação em um bairro e vamos provar que isso é possível, tendo ligação oficial da luz, da água, rede de esgoto, iniciar o projeto da área de lazer e queremos construir o centro ecumênico,” disse Poliana Souza, 25 anos, mãe de uma filha, militante do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) e membro da coordenação da ocupação.

Incentivados pela coordenação, boa parte das casas de alvenaria estão sendo construídas através dos mutirões. Os moradores se juntam em grupos e vão levantando as moradias. Os avanços podem ser registrados através das falas dos moradores: “Espero que, no futuro, meus filhos possam estudar. Espero que minha vida possa mudar. Agora tenho endereço fixo, comecei a trabalhar e estou juntando dinheiro para melhorar minha construção”, relata Cristina Lima, 22 anos, mãe de dois filhos. “Eu vim pra cá porque morava de favor na casa de filho e eu não pretendo depender de filho por toda vida. Depois que separei do meu marido, ele vendeu a casa e fiquei anos morando de favor. Agora estou ocupando meu tempo. Graças a Deus, não tenho nada que reclamar da ocupação. Espero construir minha casa e ficar quentinha aqui dentro. Espero que esse povo (Prefeitura e Polícia) não venha mexer com a gente aqui”, afirma Dona Cassilda dos Anjos, 57 anos.

Exemplos da capacidade popular de resolução de problemas são cotidianos nesta ocupação: uma horta comunitária está sendo organizada, e o adubo está sendo feito a partir dos restos de comida e de outros materiais orgânicos.

A creche está ganhando apoios importantes. Um projeto pedagógico para creche está sendo organizado, com apoio de um núcleo de educação formado por professores e estudantes da Faculdade de Educação da UFMG e demais apoiadores de outras instituições e entidades.

No dia 14 de outubro, a rede de solidariedade realizou a comemoração do Dia das Crianças. Foram feitas muitas brincadeiras, oficinas e distribuição de centenas de brinquedos. O dia foi encerrado com a exibição o filme “Formiguinhaz”.

Os fins de semana são ocupados com atividades esportivas e culturais. Os times de futebol masculino, feminino e infantil já estão formados e iniciando seus treinos.

O MLB e a Associação Cultural e Social de Capoeira Santa Rita, que tem como coordenador o grande capoeirista Mestre Tito, fecharam um convênio que oferece aulas de capoeira gratuita aos moradores todas as sextas e sábados.

Outros avanços acontecem na ocupação. Na questão jurídica, houve uma vitória em primeira e segunda instância, onde o agravo feito por um suposto dono de parte do terreno foi indeferido pela Justiça.

Além disso, um grupo de Chorinho irá se apresentar no dia 4 de novembro na ocupação, e o coletivo Família de Rua, responsável pelo renomado Duelo de MCs, que já ganhou expressão nacional, irá realizar uma performance dentro da ocupação no dia 25 de novembro.

Leonardo Pericles, da coordenação do MLB

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes