UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quarta-feira, 29 de junho de 2022

Ato na casa dos horrores denuncia torturas no regime militar

Foto0457Na tarde do dia 1º de abril, no Município de Maranguape, Ceará, ocorreu um ato em memória a todos os jovens lutadores que se opuseram ao regime militar, com o objetivo também de denunciar as violações dos direitos humanos cometidas hoje, especialmente por militares.

O ato ocorreu em frente à Casa dos Horrores, na Fazenda Trapiá, uma grande casa afastada do centro da pequena cidade. Na ocasião,estavam presentes sindicatos, partidos e organizações de esquerda, bem como o Comitê Memória, Verdade e Justiça do Ceará e a Comissão da Verdade Universitária – UFC e UECE.

Após as intervenções, com muita emoção de Walter Pinheiro e Benedito Bizerril, que foram torturados na Casa dos Horrores, e o poema declamado por Tatiane Albuquerque, militante da UJR, os jovens da União da Juventude Rebelião cantaram palavras de ordem denunciando o regime e reivindicando a abertura dos arquivos da ditadura.

A execução desse ato para relembrar todos os heróis do povo brasileiro que deram suas vidas por liberdade em nosso país não será o primeiro. Haverá ainda uma audiência pública na Câmara dos Vereadores para divulgar à população atos cometidos no período.

Com certeza, a luta não pode parar, pois devemos honrar o sangue de cada um de nossos companheiros! Para que não se esqueça! Para que nunca mais aconteça! Ditadura Militar nunca mais!

 

Fábio Araújo

 

Fábio Andrade é membro da Comissão da Verdade Universitária UFC e UECE e membro da União da Juventude Rebelião.

Outros Artigos

1 COMENTÁRIO

  1. Tudo invenção. Essa fazenda pertence a minha família, frequentei muito nos anos 70 e nunca soube de nada sobre isso lá. Inclusive a família é parente de Chico Anizio, que nunca esteve relacionado a nada disso.
    .

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes