UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sexta-feira, 1 de julho de 2022

Diretor do Sinttel-PE agride operadores de telemarketing

Foto SintelmarketingDois dirigentes sindicais foram agredidos covardemente por um grupo de cinco pessoas, entre as quais foi identificado o agressor José Eugênio, atual diretor do Sinttel – PE (Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações de Pernambuco). A covardia ocorreu às 9:30h do dia 12/02/2015 em frente à empresa Contax, no bairro de Santo Amaro em Recife-PE. As vítimas são Thiago Santos, presidente do Sindicato dos Operadores de Telemarketing de Pernambuco (SINTELMARKETING – PE) e Rodrigo Rafael, presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Têxtil de Ipojuca (SINDTEXTIL – Ipojuca), ambos ligados ao Movimento Luta de Classes. Na ocasião, uma trabalhadora também foi atingida por um dos agressores e chegou a cair no chão, mas, ela não foi identificada até o momento.

O motivo da agressão: o Sinttel – PE defendia que a negociação da campanha salarial se encerrasse com o valor do salário mínimo ( R$ 788,00) e um aumento de míseros R$ 0,81 no tíquete alimentação; enquanto isso, os sindicalistas ligados ao SINTELMARKETING defendiam pagamento de R$ 1.000,00 para o piso, pagamento imediato da PLR(  Participação nos Lucros e Resultado, conforme a Lei) e aumento de R$ 2,00 no tíquete.

Foragidos, os agressores foram procurados pela Polícia Militar e as vítimas seguiram para a delegacia no bairro de Santo Amaro. Agora, Eugênio irá responder a um processo criminal por agressão e ameaça.

Esses fatos lamentáveis, que tem se repetido, deixam claro quem é o Sinttel – PE e de que lado eles estão. Repudiamos a agressão promovida pelo Sinttel – PE e seus capangas e reafirmamos nosso compromisso com a categoria dos operadores de telemarketing.

Vamos prosseguir na luta em defesa do piso salarial de R$ 1.000,00, pagamento imediato da PLR e um tíquete de alimentação decente. Exigimos a punição dos agressores e já encaminhamos a denúncia para que a Assembléia Legislativa, a Câmara Municipal e a OAB acompanhem o processo.

Movimento Luta de Classes – PE

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes