UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quinta-feira, 29 de setembro de 2022

MLC participa de audiência pública contra a terceirização

audiência terceirização 02No último dia 03 de julho, o senador Paulo Paim esteve presente em Recife para a realização de uma Audiência Pública na Assembleia Legislativa de Pernambuco contra a PLC 30/2015 (Lei da Terceirização). O evento teve a participação de vários movimentos sindicais e estudantis que reivindicam que o Senado Federal não aprove a lei que, se sancionada, prejudicará milhões de trabalhadores em todo o Brasil.

O Movimento Luta de Classes (MLC), como não poderia deixar de ser, levantou a bandeira do fim da exploração dos trabalhadores. “Várias centrais sindicais se reuniram para organizar esse ato. Isso mostra a força que o trabalhador tem e que temos que continuar na luta até que consigamos barrar essa PLC. A batalha é pelo fim da exploração”, declarou Thiago Santos, representante da Coordenação Nacional do MLC. “Semana passada estivemos em Brasília denunciando as irregularidades dos trabalhadores do telemarketing, que já sofrem terceirização. Não esqueceremos de Bárbara Monique, operadora de telemarketing que morreu no posto de trabalho após sofrer assédio moral de seu supervisor e ter um mal súbito”, completou Thiago.

“Me emociona falar da terceirização, pois também sou terceirizada. E devido ao meu trabalho tive uma perda de 60% da audição do meu ouvido direito. Me emociona falar das mães operadoras de telemarketing que tem que escolher entre levar seu filho no médico ou ir trabalhar para não levar suspensão. Me emociona falar dos operadores que trabalham arduamente para empresas que terceirizam suas funções e que recebem menos de um salário mínimo no final do mês. É isso que a terceirização faz com o trabalhador”, falou Camila Áurea, diretora do Sintelmarketing-PE.

Também estiveram presentes representantes do Sindlimp-PE, Sindlimp-Caruaru, Sindtêxtil-Ipojuca, Associação Pernambucana de Cuidadores de Residência Terapêutica (Apecrar), Sindicalçados-Carpina, Sintracon-Caruaru e Sintracon-Petrolina.

Ludmila Outtes, Recife

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes