UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 3 de outubro de 2022

Povo sem Medo vai às ruas em Belo Horizonte

MG_4554Aos gritos de “Fora Cunha”, cerca de três mil pessoas ocuparam as principais ruas e avenidas de Belo Horizonte neste dia 8 de novembro, apresentando a toda população a frente Povo sem Medo. Com faixas e cartazes, exigindo a saída do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, denunciando o ajuste fiscal do Governo Federal e o Congresso Nacional mais reacionário desde a Ditadura Militar.

Cunha representa o que há de mais atrasado na política brasileira, notório corrupto, com várias fraudes em seu currículo, ainda ataca sistematicamente o direito da classe trabalhadora, como na aprovação do PL 4.330 da terceirização. Também no direitos das mulheres, como no medieval PL 5.069, que proíbe métodos anticoncepcionais. Além de tudo isso, faz verdadeiras manobras como na votação da redução da maioridade penal.

Com muita combatividade, palavras de ordem e com uma bateria incansável, o ato atravessou o centro da capital mineira com as mulheres em sua direção. São as mulheres as principais prejudicadas com a política conservadora do Congresso. Marcas importantes deste ato foram a denuncia do PL 5.069 e o fortalecimento da luta pela legalização do aborto,  direito legítimo das mulheres.

Outra denúncia importante foi contra a Vale, empresa dona da Samarco, responsável pelo rompimento da Barragem do Fundão, localizada em Bento Rodrigues, distrito de Mariana, na região central de Minas Gerais. A Vale/Samarco economiza nos gastos do armazenamento dos resíduos da mineração à custa de vidas, com a complacência do Governo Estadual, o que resultou em dezenas de mortos entre trabalhadores e moradores do distrito. Neste sentido, tanto o Governo Pimentel quanto as milionárias mineradoras devem ser responsabilizadas pelas mortes. Por isso, o ato terminou com uma ação de denúncia em frente à sede da Vale.

Com muita luta, o povo foi para a rua! Mostrando que não temos de ter medo, é preciso ter a coragem de dizer as propostas que temos para a saída da crise e denunciar os ataques conservadores  e reacionários que estamos enfrentando.

Nenhuma virada à direita!

Contra o Ajuste Fiscal!

Fora Eduardo Cunha!

Redação MG

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes