UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 5 de dezembro de 2022

São Paulo já tem 24 escolas ocupadas contra o desorganização de Alckmin

20151116100054Estudantes, professores e pais de alunos apoiados por diversos movimentos sociais abraçaram a alternativa de ocupar as escolas fechadas pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) como forma de lutar por educação pública, gratuita e de qualidade. Em todo o Estado de São Paulo, já são 24 escolas ocupadas até o presente momento e novas ocupações estão previstas para esta noite.

Dentro das escolas, a comunidade tem realizado cursos de teatro e artes e promovido debates sobre a atual situação da educação, procurando formas de melhorar a escola e usar o espaço público em favor da comunidade.

Até o momento, a única resposta que o governador e a secretaria de educação deram ao movimento foi o envio da polícia e dos diretores para intimidar a comunidade, além de entrar com ações na justiça para realizar a reintegração de posse através  da força, qualificando os estudantes de ‘invasores’.

A atitude do governador Alckmin frente ao movimento de defesa das escolas demonstra sua incapacidade de dialogar e construir políticas públicas inclusiva. Seu objetivo é cortar verbas da educação, diminuindo o número de escolas, de professores e superlotando salas de aula, além de forçar vários estudantes da periferia a estudar em locais distantes de suas casas.

Redação São Paulo

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes