UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

domingo, 4 de dezembro de 2022

Ônibus do MLB vai às regionais de BH pela legalização da UP

Desde o primeiro sábado de março, o Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) de Minas Gerais iniciou uma caravana com o objetivo de visitar algumas das principais periferias de cada uma das nove regionais de Belo Horizonte, aos sábados. A campanha vem ganhando muita adesão por onde passa: “Estamos indo com o ônibus nas regionais de BH. Iniciamos pela regional Norte, no Conjunto Felicidade. Lá, recebemos o apoio de 837 pessoas para a legalização da UP”, disse Poliana Souza, coordenadora do movimento. A caravana tem como objetivo também chegar à região metropolitana e aos interiores de Minas: “Vai ser como uma espécie de arrastão, de conscientização política nas áreas mais periféricas e esquecidas por este Estado dos ricos”, disse.

A Unidade Popular (UP) é um partido em processo de legalização, e o MLB, juntamente com outros movimentos, participa de sua construção. Já foram coletadas mais de 650 mil assinaturas nas ruas de todo o País e, agora, são necessárias que pelo menos 487 mil destas sejam legalizadas nos cartórios eleitorais. A UP também já atingiu o número mínimo exigido por lei em oito estados, tendo coletado assinaturas em 15.

“Estamos acostumados a achar que as pessoas não querem falar de política, mas, quando chegamos nos bairros, vemos muita receptividade dos moradores e dos comerciantes locais. As pessoas nos oferecem café, água, nos deixam usar os pontos de energia e agradecem muito pela nossa presença. A fala que escutamos é: ‘precisa de mais gente fazendo isso’. Posso dizer que a rejeição a assinar nossas fichas é quase zero. Só não assina quem não vota ou ainda não tem o título”, disse Ana Cristina, moradora da Ocupação Paulo Freire e também coordenadora do movimento.

Mas a caravana do MLB não se resume apenas à coleta de assinaturas: “Além de coletar assinaturas, que já é uma oportunidade de visitar centenas de famílias de casa em casa, ter contato com elas nos centros comerciais, nas principais ruas, fazemos panfletagens e ainda promovemos um bazar itinerante com a venda das roupas que recebemos de doação, por meio do qual conseguimos custear a alimentação, o combustível e ajudar no trabalho da Creche Tia Carminha, que o MLB organiza na Ocupação Eliana Silva”, contou Rosimary Luzia, a Meire, diretora da Creche do movimento, que também participa da caravana.

Os móveis usados para o bazar foram projetados e feitos através de uma parceria com um projeto de extensão da Escola de Arquitetura da UFMG. “Assim como o ônibus, os móveis foram resultado da ótima parceria que temos com a professora Marcela e seus estagiários da Escola de Arquitetura”, comenta Luzia.

Mas não para por aí: há outros projetos em curso para serem implementados, como um cinema popular itinerante e atendimentos promovidos por psicólogos e advogados. “Destes projetos, o do Cinema já está engatilhado. Temos já uma lona que tem duas funções: proteção contra o sol, durante o dia, e tela para projeção de filmes, à noite. Começaremos este trabalho em breve, levando um pouco mais de cultura às periferias. Estamos buscando parcerias para isto”, comentou Cristina.

Leonardo Péricles, presidente nacional da Unidade Popular

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes