TwitterFacebook

Prefeito de Florianópolis é preso acusado de organização criminosa

O prefeito Gean Loureiro foi preso na manhã desta terça-feira após uma investigação realizada pela Polícia Federal através da Operação Chabu. 

FLORIANÓPOLIS – Acusado pela operação “Chabu”, da Polícia Federal, o prefeito Gean Loureiro foi preso na manhã desta Terça-feira (18) por fazer parte de uma organização criminosa que teria o objetivo de atrapalhar investigações da PF. Além disso, a organização criminosa também cumpriria o papel de proteger os investigados em troca de propina e favores políticos e é composta por dirigentes políticos, grandes empresários, servidores da Polícia Federal e Rodoviária Federal.

Segundo a PF, os crimes apontados são de associação criminosa, corrupção passiva e ativa, violação de sigilo funcional, tráfico de influência e interferência nas investigações que envolvem organizações criminosas. A quadrilha vazava informações secretas sobre investigações da Polícia Federal para políticos e até montava salas de segurança a prova de monitoramento em empresas e órgãos públicos com equipamentos de contra-segurança contrabandeados.

Foram confirmados, até o momento, o cumprimentos dos mandados na prefeitura de Florianópolis e no grupo de transações financeiras NEXXERA, uma holding que tem entre seus clientes mais de 60% sendo grandes corporações, como Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Fiat, Santander, entre outros e movimentou, só no ano passado, cerca de R$2 trilhões.

Mais uma vez vemos o caráter da política brasileira escancarado como realmente ela é, uma política baseada nos interesses de grandes empresários e políticos corruptos que fazem qualquer coisa para se manter no poder. A formação de uma organização criminosa que une os grandes capitalistas e políticos no intuito de proteger suas ações ilícitas e atrapalhar operações policiais, que monta salas de segurança dentro de empresas e órgãos públicos para que possam articular suas decisões e direcionar a política brasileira, comprometendo investigações e promovendo a perpetuação de crimes que, no fim, atingem principalmente a classe trabalhadora, seja direta ou indiretamente, são apenas uma das pontas da atuação da politica burguesa que é feita em nosso país.

Jahy Pronsato, estudante de Serviço Social – UFSC

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
61

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações