UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sábado, 2 de julho de 2022

Moradores de Jundiapeba se manifestam nas portas da CTEEP exigir o fim da reintegração

Moradores(as) da cidade continuam resistindo às tentativas criminosas de despejo através de lutas e manifestações parciais.

Pedro Dragoni e Thales Caramante


Foto: Marcelo Viola/ Jornal A Verdade

MOGI DAS CRUZES (SP) – Ao final do protesto do último domingo (01) pelas ruas do bairro de Jundiapeba, a comissão do Movimento Jundiapeba por Moradia em conjunto com os moradores e moradoras – em clima de união, agitação e disposição de luta – e a contribuição do vereador Rodrigo Valverde (PT), decidiram por realizar manifestação em frente ao prédio ISA CTEEP – empresa proprietária da área em processo de reintegração – no bairro Vila Olímpia, zona sul da capital de São Paulo. A inciativa por tal ato demonstrou mais uma vez a vontade de se organizar para lutar pela defesa de tal substancial reivindicação.

Charge: Welio Almeida/Jornal A Verdade“CASA DE LUXO PARA OS RICOS, REINTEGRAÇÃO PARA OS POBRES” – O Prefeito de Mogi das Cruzes, Marcus Melo (PSDB), favorece empresas e construções de prédios de luxo para uma minoria de ricos, enquanto ignora a situação precária das moradias dos bairros operários na cidade e a reintegração promovida pela empresa capitalista CTEEP.


O protesto se deu durante toda a manhã em frente ao prédio da empresa e, graças à combatividade do povo de Jundiapeba, a ISA CTEEP foi obrigada a receber uma comissão com cerca de dez moradores (as) para diálogo cara-a-cara.

De acordo com informe repassado pelo Movimento Jundiapeba por Moradia, durante a reunião com representantes, a empresa declarou que em caso de a prefeitura de Mogi das Cruzes elaborarem uma proposta e um prazo determinados, a ISA CTEEP retiraria o pedido de reintegração de posse. Já na avaliação da comissão dos(as) moradores(as), o diálogo fora uma vitória parcial, pois se criara uma abertura para os moradores se movimentarem ainda mais por mais tempo.

A ISA CTEEP (Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista) é uma das principais concessionárias privadas de transmissão de energia elétrica do país, transmitindo cerca de 25% da energia produzida no Brasil e 60% da energia consumida na região Sudeste. Desde 2018, a empresa vem operando ações de reintegração (a primeira em 2018 e agora a segunda ação) com o discurso de que as famílias estariam em área de risco dado à proximidade das residências junto às torres de energia. Entretanto, querem realizar tal ato sem dar ressarcimento às famílias que residem no local há décadas, pagam seus impostos e afirmam que jamais houve qualquer acidente em função da proximidade às torres.

Há qualquer momento a empresa junto à prefeitura pode executar a ação de despejo e por conta disso, o povo de Jundiapeba está mais do que ciente de que a organização deve continuar e tem de ser sem-tréguas, ou de outro modo, o pior pode acontecer ainda essa semana.

Foto: Marcelo Viola/Jornal A Verdade


Os moradores e moradoras, junto a outras forças democráticas e populares, participaram em forma de protesto neste sábado dia 7 de Setembro do evento Grito dos Excluídos que ocorreu em Mogi das Cruzes no centro da cidade.

Os demais jornais da cidade buscaram minimizar a luta da população mogiana por moradia, muitas vezes ignorando completamente as movimentações da empresa e seus objetivos principais, buscando reduzir o verdadeiro impacto que essa ação tende a criar. O Jornal A Verdade cumpre o papel de ser a voz dos moradores e estará acompanhando passo a passo o processo de desenvolvimento da luta de classes na região, particularmente na periferia de Mogi.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes