UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sexta-feira, 1 de julho de 2022

Após 580 dias de prisão política, Lula é solto

Na tarde de hoje, a defesa do ex presidente Lula teve o pedido de liberdade acolhido pelo juiz Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Criminal Federal de Curitiba. Com a decisão, Lula deixou a prisão às 17h40 dessa sexta-feira e fez discurso para o público criticando a Polícia Federal, a Lava Jato, e o ex juiz Sergio Moro.

Foto de 7 de abril de 2018 / Jorge Ferreira

Em votação acirrada, ontem o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou a possibilidade de prisão após julgamento em segunda instância. O entendimento da maioria dos ministros considerou como inconstitucional a ordem de prisão antes que se esgotem todos os recursos da defesa. Além disso, a execução provisória foi tida como um atentado ao princípio da presunção de inocência.

É preciso reconhecer que esse é um passo importante, dentro dos limites da justiça burguesa, sobretudo pela forma como a Lava Jato foi instrumento de perseguição política para interferir nas eleições presidenciais de 2018. Contudo, também é importante exigir liberdade aos 5 mil detidos em segunda instância e aos 300 mil presos, em sua maioria negros e pobres, que sequer passaram por um julgamento e que estão submetidos às condições desumanas de superlotação da celas do sistema prisional brasileiro.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes