UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quinta-feira, 8 de dezembro de 2022

25º e 26º dias: programa de formação para a quarentena

FORMAÇÃO POLÍTICA – Utilize o tempo de quarentena para se formar cultural e politicamente. (Foto: Jornal A Verdade)

Redação Piauí
Jornal A Verdade

Devido à atual situação em que o mundo se encontra, em meio à pandemia do Covid-19, em que a disseminação de fake news, a falta de informação tem afetado diretamente a todos, com impacto acentuado em pessoas que sofrem com crises de ansiedade e/ou de pânico. O isolamento social, que é necessário agora, acaba por piorar ainda mais esse quadro de desinformação e medo.

Pensando nisso e na necessidade de compreensão de quais fatores levaram a esse contexto social , o jornal A Verdade está fazendo uma programação com indicações de textos e filmes para ajudar na formação política de seus leitores no período da quarentena.

LEIA MAIS: Programa de Formação Política Para a Quarentena

Divulgaremos essa programação a cada dois dias aqui em nosso site. Confira a indicação para as próximas 48 horas.

25º Dia

FILME: A REVOLUÇÃO NÃO SERÁ TELEVISIONADA

Direção: Kim Bartley e DonnachaO’Briain
Gênero: Documentário
Duração: 74 Minutos

A Revolução Não Será Televisionada, é um documentário irlandês, filmado e dirigido por, Kim Bartley e DonnachaO’Briain, a respeito do golpe de estado que, em 2002, depôs o presidente eleito da Venezuela, Hugo Chávez. Após dois dias, durante os quais o empresário  Pedro Carmona foi declarado chefe de estado, permanecendo no palácio presidencial pelas 48 horas seguintes.

O golpe perdeu força, e Chávez retomou o poder. Mostrando como estava a vida dos venezuelanos na conjuntura em que aconteceu o golpe de estado e a recuperação de Hugo Chávez.

O documentário nasceu por obra de uma equipe de TV irlandesa (Rádio TelefísÉirieann) que estava em Caracas, no Palácio de Miraflores, para filmar um documentário sobre Chávez. Ao perceber a agitação política no país, os documentaristas direcionaram seu foco para os acontecimentos que levaram à deposição e ao retorno de Chávez.

O documentário aborda esses fatos com muita maestria. Ele mostra os acontecimentos de forma cronológica e aborda o poder manipulam-te da mídia, desmentindo as montagens e edições feitas nas filmagens da TV comercial. São apresentadas as declarações de jornalistas contra Chávez, que se provaram mentirosas. Claramente, fica demonstrada a relação da imprensa local com a elite econômica do país. O documentário usa de ironia, ao comparar o que os oposicionistas afirmavam, com a verdade.

https://youtu.be/MTui69j4XvQ

LEITURA: TIRADENTES, A REBELIÃO CONTRA A ESPOLIAÇÃO ESTRANGEIRA DO BRASIL

HERÓI DO POVO – Retrato de Joaquim da Silva Xavier, Tiradentes. (Pintura: Reprodução/Oscar Pereira Silva)

No dia 21 de abril é comemorado o dia do Herói do Povo, Tiradentes. Seu nome na verdade era Joaquim José da Silva Xavier, nascido em 1976, próximo à Vila Rica, Minas Gerais. Por ser órfão foi criado pelo seu padrinho, que lhe deu a profissão de dentista, de onde vem o seu apelido,na verdade o seu nome era Joaquim José da Silva Xavier.

Tiradentes sempre foi um jovem muito inteligente e trabalhara em várias profissões, uma delas foi ser militar, mas saiu, pois apesar de sua bravura nunca foi promovido, logo após voltar do Rio, Tiradentes junta-se ao movimento dos conjurados para lutar contra a coroa portuguesa, sendo preso e cruelmente assassinado, tendo seu corpo esquartejado e sendo exposto em partes diferentes da cidade, para que ninguém mais ousasse se rebelar contra a coroa. Até a hora de sua morte Tiradentes foi muito calmo, não delatou ninguém do seu movimento e escutou serenamente a sua sentença.

Hoje Tiradentes é um Herói do Povo por representar milhares de brasileiros, que vivem no desemprego, na margem da pobreza e luta contra as atrocidades do capitalismo.


26º Dia

VÍDEO: O PAPEL DA IMPRENSA NA LUTA DE CLASSES

REVOLUÇÃO – Luiz Falcão comprovou o papel de colaboração da grande imprensa com a burguesia e a necessidade de construção do jornal A Verdade. (Foto: Jorge Ferreira/Jornal A Verdade)

Filmagem: Jorge Ferreira
Edição: Thales Caramante
Duração: 18 Minutos

Em 2019, o Jornal A Verdade comemorou 20 anos de existência, uma imprensa popular importante desde muito tempo e principalmente no atual momento da conjuntura em que estamos. Uma forma de organização e informação para a classe trabalhadora de todo o nosso país, o jornal é capaz de chegar a locais onde nem todos os nossos militantes estão.

O vídeo de aproximadamente 18 minutos foi gravado durante uma intervenção de Luiz Falcão na festa de 20 anos do Jornal A Verdade em São Paulo e aconteceu em 15 de dezembro de 2019. Aborda sobre o verdadeiro papel que a imprensa popular e independente tem com o povo e sua responsabilidade.

Saber se organizar e se informar sobre o que de fato está acontecendo em nosso país, além do entendimento da imprensa popular e o quão são importantes essas mídias é o que expõe Luiz Falcão no vídeo, sendo assim a nossa indicação de estudo para a formação.


LEITURA: PROPAGANDA, AGITAÇÃO E IMPRENSA COMUNISTA

VLADIMIR LÊNIN – O revolucionário russo destacou o papel propagandista, agitador e organizador coletivo do jornal independizante da classe operária. (Foto: Reprodução/Pravda)

O texto, escrito pela III Internacional Comunista em  1921, destaca métodos de trabalho de agitação, propaganda e organização social dos trabalhadores e moradores de centros urbanos, na luta por melhores condições de vida e expõe as diversas formas com que a burguesia coloca empecilhos e armadilhas na organização da classe trabalhadora, com o intuito de derruba-la ou corrompe-la.

O documento deixa claro também a importância de desmascarar a burocratização organizada por traidores da luta do povo e a necessidade de se colocar o proletariado a frente das organizações sindicais, a melhor forma de concretizar esse objetivo é tomando a frente das principais lutas organizadas no seio da classe trabalhadora, construindo referencias e fortalecendo assim uma agitação constante e enérgica.

O texto destaca também a força que tem o trabalho de agitação quando é voltado a realidade material do proletariado e como esse trabalho ajuda ao movimento adquirir mais força para se enfrentar o inimigo.É dedicada uma grande energia para explicar, demonstrar e exemplificar a importância de um jornal enquanto órgão de agitação coletiva do partido, para auxiliar na coesão e direção das massas, orientando que é preferível um jornal bom e centralizado a vários panfletos ou jornais contraditórios e desconectados da realidade.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes