UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quarta-feira, 7 de dezembro de 2022

Estudantes conquistam redução das mensalidades na Universidade de Passo Fundo

Calourada organizada pelo DCE-UPF antes da pandemia. Foto: Erviton Júnior

Por Correnteza RS

RIO GRANDE DO SUL – A pauta das mensalidades sempre esteve presente na luta estudantil da Universidade de Passo Fundo. Desde 2017, o Diretório Central de Estudantes, juntamente com grande parte dos Diretórios e Centros Acadêmicos, além do movimento estudantil organizado, vem pautando o congelamento das mensalidades e também a redução. Porém, desde março de 2020, com a crise política, econômica e de saúde que o país passa, houve a necessidade de se intensificar essa mobilização, até conquistar a redução geral das mensalidades, garantindo a permanência dos estudantes na UPF.

Nesse sentido, no dia 24 de março, o DCE juntamente com os diretórios e centros acadêmicos: Centro Acadêmico de Fonoaudiologia, Centro Acadêmico de Arquitetura e Urbanismo, Diretório Acadêmico América Latina Livre, Diretório Acadêmico Carlos Gomes, Diretório Acadêmico da Informática, Diretório Acadêmico Casca, Diretório Acadêmico de Enfermagem, Diretório Acadêmico de Engenharia e Arquitetura, Diretório Acadêmico de Lagoa Vermelha, Diretório Acadêmico da Nutrição, Diretório Acadêmico Jordão Gheller, Diretório Acadêmico Orguim da Rocha e Diretório Acadêmico de Soledade, assinaram uma carta de reivindicações, com os seguintes pontos: suspensão dos estágios curriculares obrigatórios e não obrigatórios, sem prejuízo para os estudantes; suspensão de provas e avaliações remarcando-as para o retorno das aulas presenciais; garantia de trancamento do semestre sem texação; redução das mensalidades; nenhuma demissão de professores; funcionários e terceirizados durante a pandemia; garantia de que nenhuma disciplina terá sua carga horária EAD máxima excedida.

Além disso, através das redes sociais, o Movimento Correnteza construiu plenárias abertas, abaixos-assinados e manifestações pró redução em conjunto com outras universidades de cunho comunitário e privado,

Sabendo disso o DCE, juntamente com os Diretório Acadêmicos e Centros Acadêmicos da Universidade de Passo Fundo, através de reuniões semanais e/ou quinzenais com a reitoria da universidade, apresentou diversas demandas dos estudantes, desde as dificuldades econômicas até questões pertinentes à aprendizagem. Nesses diálogos, o DCE da instituição apresentou inúmeras vezes a necessidade de redução da mensalidade, visto que muitos estudantes apresentavam dificuldades financeiras a entidade enquanto representação estudantil. Além disso, o DCE pautou que tendo essa redução faria com que muitos estudantes se sensibilizassem e pagassem a instituição, além de que as aulas práticas não estavam sendo realizadas e o ensino remoto, que está sendo utilizado, acaba diminuindo os gastos da instituição.

No entanto, foi a partir da semana passado que as mobilizações aumentaram. Em contramão ao que os estudantes pediam, um número significante de boletos referentes ao mês de junho vieram com um aumento, gerando uma comoção estudantil a qual reivindicou o não pagamento desses boletos em um primeiro momento, a explicação plausível sobre esse valor, bem como a redução das mensalidades, sempre pautando que vivemos numa crise econômica acentuada pela pandemia. No sábado, dia 23 de maio, os estudantes tiveram sua primeira vitória, a reitoria da instituição voltou atrás e refez os boletos sem a cobrança de valores altos nesse momento.

Já nessa sexta-feira, dia 29 de maio, tivemos a maior vitória estudantil na UPF em 2020, um desconto de 10% em todos os boletos do mês de julho, além de um desconto ainda maior aos estudantes que apresentarem dificuldades econômicas devido a pandemia. Sabemos que esse desconto é devido a luta e a mobilização dos estudantes da instituição, que desde o início da quarentena tem se articulado através de abaixo assinados e de seus representantes pedindo a redução das mensalidades!

Vitória dos estudantes! Por uma educação democrática, popular e para todos!

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes