UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 28 de novembro de 2022

Limpam Com Fogo – Documentário que parece rodar ao vivo

Por Guilherme Brasil, Militante da Unidade Popular em São Paulo.

A luta do povo pela moradia digna é uma ameaça aos lucros dos grandes milionários, que por sua vez, não medem esforços para acabar com a vida do povo.

O documentário “Limpam com Fogo” reúne relatos e informações para questionar: os incêndios nas favelas de São Paulo são meros acidentes ou são ferramentas do mercado imobiliário contra as ocupações?

Dirigido por Rafael Crespo, Conrado Ferrato e César Vieira, o filme, lançado em 2016, apresenta um conjunto de entrevistas com arquitetos, urbanistas, líderes comunitários, movimentos sociais, parlamentares e moradores de ocupações que estão envolvidos com incêndios em favelas na cidade de São Paulo.

As favelas e a especulação imobiliária

O principal fator que baseia o tema do filme é a relação entre a valorização dos terrenos das ocupações e os casos de incêndios. De acordo com o site “Fogo no Barraco” as favelas removidas após os incêndios se encontram em locais de grande valorização e logo recebem novos empreendimentos.

X, Y, Z, são algumas das ocupações exibidas que se encaixam nesse quadro, e em entrevistas com moradores é perceptível a ação dos agentes do mercado imobiliário.

A repressão

Outro fator espantoso, é a ação policial e dos bombeiros no trabalho de combate ao fogo. Os relatos revelam o desconhecimento da origem do fogo, porém deixam claro que o papel da polícia é manter o incêndio e impedir que os moradores lutem na defesa de sua moradia. O filme apresenta também as dificuldades dos bombeiros em utilizar os equipamentos para o combate.

O poder público

Os depoimentos dos parlamentares explicitam o desdém do Estado com os pobres. Entrevistados os vereadores que compunham a CPI dos Incêndios nas Favelas, que em sua maioria receberam verba de empresas imobiliárias, suas falas são tolerantes aos ocorridos, alegando falta de informação ou impossibilidade de ação.

Os moradores

Sem moradia e sem suporte os habitantes das favelas incendiadas ficam à própria sorte restando apenas sua esperança e luta. Não recebem auxílio aluguel, tão prometido pela Secretaria de Habitação, alguns perdem seus familiares incendiados, todos voltam a luta pela vida.

A batalha dos movimentos e do povo por moradia nunca foi fácil, é sempre um conflito entre a grande propriedade contra o direito humano de morar. A burguesia em sua sede de lucro é capaz de tudo e não receia a morte dos mais pobres. Ao final da grave crise sanitária causada pela Covid-19, a crise econômica se agravará, o fascismo que hoje mostra suas garras atacará com mais força.

Esse documentário é útil à todos que lutam em defesa da moradia para denunciar e para organizar o povo contra o fascismo e por uma sociedade justa.

ASSISTA:

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes