TwitterFacebook

Aumento de 8,7% nas tarifas de ônibus de Recife e região metropolitana

Dia-a-dia no transporte público em Recife na época de COVID-19

Aumento de 8,7 % nas passagens do transporte publico de Recife e região metropolitana.

 

Redação – Recife

Recife(PE) – Mesmo diante da mais grave crise econômica e sanitária, onde o povo pobre é quem mais sofre com o desemprego e a alta dos preços dos alimentos, gás de cozinha, aluguel, água, luz e com o fim do auxílio emergencial, o governo de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), junto com seus aliados de governo (PCdoB/PDT) e os empresários do setor de transporte reunidas pelo Consórcio de Empresas – Urbana-PE, arquitetaram mais um aumento abusivo das passagens de ônibus no grande Recife que passa a custar no bolso dos/as usuários/as o valor de R$ 3,75 para o Anel A e R$ 5,10 para o Anel B, aumento de 8,7%,  penalizando mais uma vez os/as trabalhadores/as e a juventude em favor dos ricos donos das frotas de ônibus da Região Metropolitana.

Também foi aprovado a tal da tarifa social, onde o valor das passagens custará R$ 3,35 anel A e R$ 4,70 anel B, ou seja, R$ 0,40 a menos, isso nos horários de 9h às 11h e das 13:30 às 15:30 para quem utilizar o cartão VEM COMUM.

A grande questão é que os aumentos das tarifas de ônibus não passam pelo debate com os usuários. Ocorre que mesmo os que se dizem representantes da sociedade civil no conselho vota nos aumentos, fizeram pouco caso com o aumento absurdo das tarifas. Talvez porque a maioria dos conselheiros não sejam usuários que enfrentam todos os dias os atrasos das linhas, ônibus sucateados e lotados. Não bastasse a dupla função de motorista/cobrador, pagamos caro para engordar a fortuna e a campanha eleitoral para prefeito e governador. Importante lembrar que só não há aumento de passagens em anos eleitorais onde os candidatos fingem para população que se importam com todo o desconforto e os altos custos para colocar comida na mesa para seus filhos/as.

As palavras convencem, mas é o exemplo e ação pratica é que demonstram a verdade. Não adianta está nos espaços de poder, ser eleito com discurso de ser a favor dos mais pobres, se na calada da noite, no conforto de seus escritórios em uma reunião on-line, aprovam tirar dos mais pobres e necessitados para engordar os bolsos de meia dúzia de empresários.

Por isso é necessário e urgente, que a população se mobilize em conjunto com as entidades de classe e movimentos sociais para revogar esse ato abusivo e antidemocrático. Se é pra ter aumento que os donos das empresas apresentem a população seus balanços financeiros e o governo os contratos de licitação, que nós, usuários tenhamos o direito de debater sobre o transporte coletivo que usamos que é sucateado, lotado e espaço de contaminação por COVID-19.

Só na luta e nas ruas conquistaremos vitórias, parafraseando o Che, nos capitalistas não podemos confiar nenhum tantinho!

Print Friendly, PDF & Email
classic-editor-remember:
classic-editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações