TwitterFacebook

Crianças são feridas durante operação policial em Cabo Frio

VIOLÊNCIA. Estilhaços de bala de fuzil feriram duas crianças durante operação policial em Cabo Frio (Foto: Reprodução)

 
As irmãs, de 1 e 6 anos, foram atingidas na frente de casa por estilhaços dos disparos dos policiais na noite do último sábado.
 
Vinícius Seguraço
Cabo Frio (RJ)
 
BRASIL – Em meio ao maior pico da pandemia no país, mais uma incursão violenta da polícia deixa crianças da Favela do Lixo, em Cabo Frio (RJ), feridas. Desta vez, as vítimas foram duas irmãs, de 1 e 6 anos, atingidas na frente da própria casa pelos estilhaços dos disparos dos policiais na noite do último sábado (24). As duas meninas, que foram levadas pelo pai para a UPA da cidade, passam bem e estão fora de perigo.
 
Além dos riscos constantes que os moradores das comunidades sofrem na pandemia devido à falta d’água, saneamento básico e auxílio para ficarem em casa com segurança, o povo pobre sofre, ainda, com uma guerra que só no último ano matou quase 800 pessoas no Estado.
 
Para os trabalhadores falta hospital, moradia e comida, mas sobra abandono, bala e violência. Diante disso, é extremamente importante que os movimentos de bairros e favelas e os moradores se organizem para lutar e denunciar essa política de morte que oprime diariamente as nossas favelas.
 
Já dizia o MC Funkero, em sua participação na música Favela Vive 2, do ADL:
 
“PM aplica pena de morte com aval do estado 
Quem tá certo? Quem tá errado? 
Só sei que o alvejado é sempre o favelado 
Quantos irmãos tombaram, cedo demais 
Favela vive sangrando implorando por paz, paz!”

Print Friendly, PDF & Email
classic-editor-remember:
block-editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações