UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

terça-feira, 9 de agosto de 2022

Façamos nós com nossas mãos: Marmita Solidária em Natal

Entrega das marmitas. Foto: Kívia Moreira

Redação RN

Natal – Segundo o Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), apenas no Nordeste, em 2020, morreram mais de 1.040 pessoas por desnutrição. Neste ano, a realidade só piorou: segundo pesquisa realizada pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Penssan), 117 milhões de brasileiros não se alimentam como deveriam e 19 milhões passam fome. A diminuição do auxílio emergencial tornou ainda mais difícil a realidade nas periferias. Segundo o Dieese, o atual auxílio emergencial não cobre nem metade do valor da cesta básica.

Sabendo e sentindo na pele toda essa realidade cruel, a Unidade Popular (UP) criou a iniciativa Marmita Solidária, que vai às ruas de Natal distribuir alimentos à população de rua (que só vem aumentando).

Ana Karina, militante da UP. Foto: Júlio Lira.

A iniciativa foi inspirada na ação da companheira Ana Karina, filiada à UP e moradora do bairro Guarapes, em Natal. Karina promoveu a ação como “comemoração” de seu aniversário, mobilizando doações de vários apoiadores.

“Quando estive nas doações, tive dois sentimentos: alegria, por ajudar, mesmo que pouco; e tristeza, por notar que não é e nunca será o suficiente. É necessário mudar o sistema, que lucra com a nossa pobreza!”, relata Karina.

As marmitas são produzidas nas ocupações urbanas e a distribuição é feita por equipes em carros de apoiadores que se somam à luta. Durante as entregas, a solidariedade se faz presente e a expressão “Só o povo salva o povo!” se tornou tão verdadeira quanto nunca.

O fim da fome também virá com o fim do capitalismo! Até lá, continuaremos fazendo trabalho de base, nos organizando cada vez mais!

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes