TwitterFacebook

Cuba inicia imunização de crianças contra Covid-19

Wilson Májè Martins (SC)

A Ilha caribenha mais uma vez se apresenta à frente de outros países em âmbito mundial no enfrentamento à Covid-19. No início deste mês, dia 06 de setembro, Cuba iniciou a vacinação de crianças entre 2 e 11 anos de idade, além de ser o único país da América Latina a desenvolver cinco vacinas próprias para enfrentamento da pandemia.

O Governo cubano realizou testes clínicos com fórmulas próprias, avançando na vacinação para imunização contra o coronavírus para menores de 18 anos.

Enquanto isso, no mundo se discute a prioridade da vacinação. A OMS assegura que a imunização de crianças não é prioridade, e muitos países capitalistas não alcançaram o número de 50% de sua população imunizada com a segunda dose. O Brasil está em 2° lugar no mundo com mais mortes de crianças entre 0 e 9 anos vítimas do vírus, e tem apenas 66% de sua população com a primeira dose. Aqui, não há o prognóstico de quando poderemos imunizar nossas crianças, e convenhamos: se nas comunidades brasileiras falta água potável, saneamento básico e muitos sofrem com falta de moradia, imagine se teríamos posição do governo genocida para vacinação de nossos pequenos.

Podemos observar países capitalistas desenvolvidos, como o Japão, que mesmo recebendo os jogos olímpicos de 2020 e se demonstrando preparado contra a Covid-19 para receber as delegações de atletas, até o mês julho tinha vacinado apenas 35% da população com a primeira dose, estando muito atrasado comparado a outros países. Já nos Estados Unidos apenas 53% da população está vacinada, enquanto avança a variante Delta e o negacionismo antivacina toma proporções alarmantes. Nesta quinta-feira dia 09 de setembro o presidente estadunidense veio a público apresentar o novo programa de enfrentamento da variante Delta, e em seu discurso fica um sentimento de clemência aos 80 milhões de americanos não vacinados.

Mais uma vez, os passos firmes e obstinados do socialismo eleva o respeito pelo povo cubano que, mesmo enfrentando décadas de um criminoso bloqueio econômico, enfrenta um dos maiores períodos epidêmicos da história mundial com o avanço científico e a solidariedade, que possibilitou a criação própria de suas vacinas tendo a eficácia de 91% comprovada. O país se encaminha para o marco de 80% de sua população imunizada, sendo o objetivo que até outubro toda população esteja vacinada, possibilitando a abertura do país e disponibilizando a vacina inclusive aos turistas.

O sistema socialista vai além de interesses internos, busca o bem estar do povo, do trabalhador, das mulheres, das crianças. O socialismo possibilita ao povo viver e ver os seus crescer, nunca virando as costas e usurpando de seu povo.

Fontes:

Ministerio de Salud Pública de Cuba

https://exame.com/mundo/por-que-o-japao-esta-atrasado-na-vacinacao/

https://www.brasildefato.com.br/2021/09/06/cuba-e-o-primeiro-pais-no-mundo-a-iniciar-vacinacao-contra-covid-19-em-criancas-de-2-anos?bdf=i

Print Friendly, PDF & Email
classic-editor-remember:
classic-editor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações

%d blogueiros gostam disto: