UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quarta-feira, 7 de dezembro de 2022

“Diversos funcionários contraíram covid” – carta de um trabalhador do McDonald’s

Foto: Reprodução

Carta escrita por funcionário do Mcdonald’s


Olá, venho por essa carta anônima contar um pouco sobre minha trajetória no McDonald ‘s, espero que outros funcionários se sintam bem de dividir os absurdos que acontecem na empresa. 

São tantos pontos, como racismo, homofobia, assédio, misoginia, porém, se eu for contar tudo vai ficar muito extenso, vou falar apenas da jornada de trabalho extremamente excessiva, vou explicar mais ou menos como funciona o sistema. 

Tem um contador no drive, nas telas, no caixa tudo, esse contador conta o tempo que cada pedido demora pra ser feito, até aí tudo certo, a questão é que fazem uma competição bem tosca (e capitalista) em todo o brasil, o que eles querem é que a gente entregue um pedido 

em 90 segundos, isso equivale a 1 minuto e 30 segundos, querem que a gente faça o pedido, cobre, monte, entregue tudo nesse tempo, é humanamente impossível, e ainda por cima vender carne extra, é um negócio absurdo. Não querem que o carro fique na janela porque tem um sensor ali, olha eu não sei nem descrever, era uma loucura tão grande que diversas vezes eu passei mal, eles queriam tudo isso, mas nem sequer contratavam outras pessoas, teve dias que tinham 6 funcionários, tinha que mandar jantar um por vez, e alguns nem isso faziam porque o gerente mandava bater o dedo para ir jantar e eles simplesmente mandavam voltar, é um absurdo, eu desenvolvi uma gastrite nervosa. 

As pessoas que querem subir de cargo precisam trabalhar de graça, isso mesmo, bater o dedo e continuar trabalhando, já vi gente trabalhando 12 HORAS e não recebiam hora extra por isso, já vi gente vir trabalhar na folga, se não o consultor IMBECIL ficava bravinho e ameaçava que não iria subir a pessoa de cargo, mesmo essa pessoa tendo ido muito bem na prova e cumprindo todos os requisitos. Fora que os cuidados na pandemia são uma porcaria, nós, funcionários, falávamos “tem muita gente dentro da loja”, mas não podiam deixar as pessoas para fora porque “ficaria feio”, porque o consultor não quer, o consultor não vai lá trabalhar no nosso lugar, ele ganha o dinheiro dele em cima da gente bem tranquilo na casa dele. 

Teve um dia que a loja estava tão cheia que estava até quente o local, nem sequer abriam as portas pra ventilar, graças a esses descuidados diversos funcionários contraíram covid dentro da empresa, eles nem sequer falavam sobre o uso das máscaras pff2, já vi relatos de pessoas que por causa disso tiveram convulsão dentro da empresa de tanta pressão que faziam, eu não sei nem mais o que falar, são tantos absurdos, existe também punição pra aqueles funcionários que batem de frente, que “desobedecem”, como mandar limpar o lixão, limpar partes da loja que estão podres, isso sem nenhum, repito NENHUM, EPI, o lixão vivia cheio de ratos e faziam isso com a gente, olha, já vi gente chorar antes de bater o dedo, de desespero por não aguentar mais trabalhar ali mas que necessita do salário, é muito difícil estar nessa empresa.”

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes