UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 3 de outubro de 2022

MLB desenvolve projeto de agroecologia em Duque de Caxias

SOBERANIA ALIMENTAR. Projeto promove debate sobre alimentação saudável em Duque de Caxias (Foto: JAV/Rio)

O Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) criou, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, seu primeiro Núcleo Agroecológico. O núcleo tem como principal objetivo colaborar com o importante debate da disputa pela cidade, com propostas de desenvolvimento urbano vinculadas ao combate à especulação imobiliária e à melhoria das condições de vida nos espaços urbanos

Vanessa Menezes
Rio de Janeiro


LUTA POPULAR – A agroecologia é uma ciência que traz a perspectiva sustentável para a agricultura, valorizando e resgatando o conhecimento local e sendo, acima de tudo, um ato de resistência cultural ao perpetuar os saberes populares em prol de uma produção alimentar limpa, ambientalmente correta e saudável.

O agronegócio que a Rede Globo nos apresenta como “pop” é, na verdade, formado por extensas monoculturas, sustentado por venenos de alta periculosidade, com uma lógica expansionista que não preserva biomas locais e atropelam unidades de conservação, territórios indígenas, camponeses e quilombolas.

Pensando nisso, o Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) criou, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, seu primeiro Núcleo Agroecológico. O núcleo tem como principal objetivo colaborar com o importante debate da disputa pela cidade, com propostas de desenvolvimento urbano vinculadas ao combate à especulação imobiliária e à melhoria das condições de vida nos espaços urbanos.

O trabalho do núcleo é desenvolvido no bairro de Nova Campina, na periferia de Caxias, onde um viveiro e uma horta comunitária estão sendo construídos pelos próprios moradores. Inspirado no trabalho que o MLB já desenvolve na ocupação Paulo Freire, em Belo Horizonte (MG), e que também o Movimento de Mulheres Olga Benario promove na Casa de Referência Helenira Preta, em Mauá (SP), o Núcleo Agroecológico do MLB-RJ quer popularizar o debate da soberania alimentar nas periferias.

Foto: JAV/Rio

Além do núcleo estar com seus pés fincados na terra promovendo esse debate com a prática, um trabalho de formação e estudo é realizado por esse coletivo, que entende que essa ciência multidisciplinar requer um estudo socioambiental contínuo.

A agroecologia pode ser adotada na agricultura urbana em um modelo de atividades que, ao se relacionarem com a produção de alimentos, promovem a conservação do meio ambiente em centros urbanos ou periferias, pautando o fornecimento de alimentos saudáveis, geração de empregos e promoção da segurança alimentar e nutricional da população local.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes