TwitterFacebook

Nova edição de “Obras Escolhidas” de J. V. Stálin é publicada no Brasil

As Obras Escolhidas de Stalin. Foto: JAV/RJ

Foi publicada, neste segundo semestre de 2021, uma nova edição das “Obras Escolhidas” do líder comunista Josef Stálin. O projeto traz riquíssimas lições extraídas da prática bolchevique e contribuições de uma das principais figuras históricas do movimento comunista internacional para o marxismo.

Igor Barradas | Redação Rio

TEORIA MARXISTA – Publicada pela editora Ciências Revolucionárias, a nova edição das “Obras Escolhidas de J. V. Stálin” reúne textos, cartas, telegramas e discursos de Josef Stálin, entre 1901 e 1952.

As obras compilam os principais escritos de Stálin, com muitos textos que antes não estavam traduzidos em português. O trabalho contribui com a formação de comunistas revolucionários que tiveram pouco contato com a vida e a obra deste guia genial do proletariado mundial.

A divisão do livro ocorre em três partes cronológicas da vida do dirigente. Desde as lutas dentro do POSDR (Partido Operário Social-Democrata Russo) dos bolcheviques contra os mencheviques, a formação do Partido Comunista (Bolchevique) da URSS, a batalha contra os restauradores do capitalismo, até a vitória dos comunistas contra Hitler e o nazifascismo.

Inúmeros textos sobre marxismo e linguagem, questão nacional, a imprensa enquanto organizador coletivo são encontrados ao longo da leitura.

Também é retratado os esforços por parte do Partido do proletariado em dirigir a ditadura do proletariado, através do direcionamento e orientação das ações da classe. Durante o período do socialismo é concretizada a forma mais alta de democracia para as massas, o que ressalta o intenso ódio da burguesia e da reação.

Os revolucionários defendem o legado de Stálin

Josef Stálin foi um dos maiores dirigentes do movimento comunista mundial. Era inflexível na defensa da revolução e do socialismo. Por este motivo, sempre foi alvo de ataques de todo o tipo por parte da burguesia, dos revisionistas e de setores reformistas da esquerda.

Os textos publicados vão contrariamente ao que afirmam os reacionários, que caluniam grosseiramente o legado de Stálin e pretendem negar as contribuições do dirigente para a teoria Marxista-Leninista.

Ao Jornal A Verdade, a Editora Ciências Revolucionárias afirmou que “publicar Stálin significa dar publicidade a continuidade de um projeto Marxista-Leninista que foi capaz de sozinho vencer a Segunda Guerra Mundial. Para nós, é uma honra imensurável seguir neste caminho tão odiado pelos combatentes da burguesia e por todos aqueles que, por conta dos limites impostos pelo próprio Stálin, foram condenados a diminuir a intensidade das guerras mundiais como método de divisão e repartição do mundo.”

As “Obras Escolhidas de J. V. Stálin” e as relações com a realidade brasileira

A publicação foi realizada em um período em que a economia mundial passa por uma nova crise capitalista, no contexto da crise geral que afeta o sistema vigente. Hoje, os principais afetados pela crise são os trabalhadores, pois toda riqueza produzida por eles é roubada por um ou outro setor dos proprietários do capital.

Segundo os organizadores do trabalho “sem Stálin, sem seu leninismo, nada disso seria possível. Se depois o revisionismo triunfou e jogou algum lixo na memória de Stálin, cumpre ainda sim a nós agradecer todos os dias Stálin e aos leninistas do PCUS terem colocado fim a prática da guerra mundial e aproveitar a oportunidade para ir muito além daquilo que Stálin fez e continuar vosso projeto. Para nós, não existe marxismo revolucionário sem Stálin, não existe filosofia e economia-política revolucionária sem os contributos de Stálin.”  

Os textos relativos à Revolução de Outubro de 1917, mostram que se implantou pela primeira vez na história uma revolução em que a classe vencedora, o proletariado, se libertou do jugo dos exploradores e opressores. 

Este acontecimento histórico dá a todos comunistas revolucionários uma consciência mais clara das responsabilidades que carregam sobre seus ombros. A revolução apenas pode ser conquistada através de uma luta implacável, audaz e organizada por um partido revolucionário do proletariado, suficientemente forte e intimamente ligado às massas organizadas.

No Brasil, as oligarquias utilizam a crise para cimentar sua hegemonia e organizar a reação e o fascismo. As Obras Escolhidas de Stálin trazem o ensinamento de que é necessário preparar-se para responder com violência à violência e fazer todo o possível para impedir que a ordem agonizante nos esmague.

Print Friendly, PDF & Email
classic-editor-remember:
classic-editor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações

%d blogueiros gostam disto: