TwitterFacebook

Prefeitura de Campinas faz ação ilegal na Comunidade Feminista Menino Chorão

DENÚNCIA Prefeitura de Campinas derruba creche da ocupação Menino Chorão. (Reprodução/Jornal A Verdade)

Vitor Daolio

CAMPINAS (SP) – No último dia 5, moradoras e moradores da comunidade Menino Chorão, na região do Campo Belo, periferia de Campinas/SP, foram surpreendidos pela manhã por uma ação truculenta da prefeitura: três viaturas da guarda municipal, uma viatura com identificação da prefeitura municipal de Campinas e um trator foram até a comunidade e puseram no chão um barracão construído pela comunidade. 

Segundo os moradores, durante a ação, o agente da prefeitura que estava com a viatura da prefeitura, se apresentou como Steve (termo genérico comumente usado para agentes de segurança pública) e disse que tinha um mandato para derrubar o barracão, porém não o apresentou a ninguém. Durante a ação diversos moradores se aproximaram do barracão e presenciaram sua demolição, moradores que se manifestaram contra a ação foram intimidados pelo agente da prefeitura e pelos guardas municipais que o estavam acompanhando.

O barracão, que foi construído de forma comunitária, com doações de materiais de construção e de mão de obra para levantá-lo, contava com dois banheiros e um espaço amplo e era utilizado para atividades com as crianças da comunidade. Uma das moradoras relatou que por sorte o local não estava completamente finalizado e, portanto, não perderam os vasos sanitários e as portas que ainda seriam instalados.

A comunidade feminista Menino Chorão existe há mais de uma década e tem conquistado diversas vitórias através da luta coletiva, como por exemplo a vitória para cima do aeroporto de Viracopos, o maior do Brasil em termo de carga e o segundo maior em termo de passageiros, e que há anos vinha pressionando os moradores do seu entorno a saírem de suas casas, para uma expansão que nunca houve. As moradoras da comunidade com muita luta conseguiram na justiça derrotar o aeroporto e garantir que não seriam mais despejadas. Ainda assim, na comunidade, há vários direitos a serem conquistados, pois não há asfalto na rua e nem posto de saúde e creche próximos para atender as famílias tanto da comunidade como dos demais bairros no entorno.

A prefeitura municipal de Campinas, gerida há um ano por Dario Saadi (REPUBLICANOS), tem tido posições autoritárias e não dialoga com os movimentos sociais e iniciativas populares que surgem espontaneamente na cidade para suprir as demandas de serviços públicos negligenciados pelo Estado. Para o menino Chorão, o governo de Dario não tem projetos de implantação de creches e serviços públicos que a população precisa, mas tem a disposição para gastar o dinheiro do contribuinte em combustível e para deslocar até comunidade viaturas da Guarda Municipal, da própria prefeitura e um trator, para uma ação ilegal de derrubar um local que é utilizado para acolher crianças.

Militantes do MLB e o Movimento Olga foram até o local no último dia 06 para prestar solidariedade às moradoras do local e nos colocamos à disposição para auxiliar no que for necessário para a reconstrução do local demolido e nas futuras lutas que forem necessárias para a garantia dos direitos da comunidade. A comunidade feminista Menino Chorão é um exemplo para todos de que quando a luta é feita por todos, e encabeçada por mulheres, conseguimos avançar em relação à garantia dos nossos direitos e vontade. É um exemplo de que o poder popular é soberano.

Print Friendly, PDF & Email
classic-editor-remember:
block-editor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações

%d blogueiros gostam disto: